A questão do celibato sacerdotal

Jesus, o verdadeiro e único Sacerdote da Nova e eterna Aliança, optou pelo celibato, a fim de se consagrar inteiramente e indivisível ao serviço do Pai. A vontade do Pai era a sua vontade. Ele disse aos discípulos: “Eu tenho um alimento que vocês não conhecem; meu alimento é fazer … Continue Lendo

Por que, ao recebermos a absolvição sacramental, temos perdoada a pena eterna, mas não a temporal?

A pergunta tem sua base na vida civil; quando um juiz absolve um réu, o caso é encerrado; o delinquente não tem de sofrer mais alguma pena. Então por que não se dá o mesmo entre o homem pecador e Deus? Eis a resposta: Todo ser humano traz em seu … Continue Lendo

A vontade de Deus para a vida sacerdotal

“O padre é homem de misericórdia e compaixão”. Papa Francisco O sacerdote é “alter Christus”. São Tomás de Aquino disse que Jesus é o verdadeiro sacerdote e que os outros são seus ministros. Dia 4 de agosto foi dia do Cura D’Ars, patrono dos párocos. Por quê? Primeiro, porque viveu … Continue Lendo

A função da música na Liturgia

O Catecismo da Igreja Católica aponta-nos que: “O canto e a música desempenham sua função de sinais de maneira tanto mais significativa por ‘estarem intimamente ligados à ação litúrgica’, segundo três critérios principais: a beleza expressiva da oração, a participação unanime da assembleia nos momentos previstos e o caráter solene … Continue Lendo