Casa da Irmã Lúcia, vidente de Fátima, reabre após ser restaurada

As obras de restauração foram precedidas por um aprofundamento das fontes de informação, através das memórias da própria Irmã Lúcia.

Segundo o Gaudium Press (03/07/2024), a Casa da Irmã Lúcia, uma das videntes de Fátima, será reaberta a partir da sexta-feira, dia 5 de julho, após permanecer fechada ao público durante oito meses para obras de restauração. O acesso será gratuito e a residência poderá ser visitada diariamente das 09h às 12h45 e das 14h às 17h45.

Estudo das memórias da Irmã Lúcia

Segundo Marco Daniel Duarte, diretor do Museu do Santuário de Fátima e coordenador do projeto museológico, as obras de restauração foram precedidas por um aprofundamento das fontes de informação, através das memórias da própria Irmã Lúcia, e também algumas cartas nas quais ela descreve, cômodo a cômodo, o que existia em cada um dos espaços.

“Olhamos para esta casa na expectativa daquilo que os peregrinos também aqui querem encontrar: é, de fato, a Casa da Lúcia, mas não da Lúcia [religiosa] doroteia nem da Lúcia carmelita, mas sim da Lúcia da infância”, afirmou Duarte à Agência Ecclesia.

Uma visita verdadeiramente imersiva

Logo na entrada da casa, localizada em Aljustrel, Fátima, os visitantes serão recebidos pela própria Lúcia de Jesus, representada através de uma célebre fotografia da vidente, tirada em 1917. Além disso, projeções multimídia trarão “a sua memória, a sua voz, uma voz porventura silenciosa que os peregrinos são convidados a redescobrir quando entrarem neste novo espaço”.

Mantendo a configuração de uma residência rural dos finais do século XIX, início do século XX, a casa-museu, na qual Lúcia nasceu e viveu até aos 14 anos, terá vários espaços visitáveis. São eles: três quartos, cozinha, sala do tear, arrecadação e a casa do forno. Elementos de mobiliário também foram restaurados. (EPC)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/casa-da-irma-lucia-vidente-de-fatima-reabre-apos-ser-restaurada/

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.