Belo Horizonte terá um Santuário dedicado a São José

Diante do ano jubilar dedicado a São José, proclamado pelo Papa Francisco, a elevação da igreja à Santuário ganha ainda mais relevância.

Segundo o Gaudium Press (23/02/2021), a Igreja São José, localizada no centro de Belo Horizonte e uma das mais antigas da capital mineira, será elevada a Santuário no próximo dia 19 de março, festa de seu padroeiro.

Igreja São José, um templo centenário

Os Missionários Redentoristas da Província do Rio são os responsáveis pela igreja desde 1900, ano de sua fundação. Por ocasião dos 120 anos do templo, em 2020 foram promovidas diversas celebrações para comemorar esta efeméride.

Diante do ano jubilar dedicado a São José, proclamado pelo Papa Francisco, a elevação da igreja à Santuário ganha ainda mais relevância e a comunidade local está preparando uma série de atividades celebrativas.

Um Santuário deve ser um “lugar privilegiado de piedade e devoção”

Um dos pontos levados em consideração para se elevar uma igreja à dignidade de Santuário é o fluxo de peregrinos que frequentam o local e a quantidade de sacramentos ali procurados. A Igreja São José, antes da pandemia, recebia uma média de mil pessoas todos os domingos e milhares de fiéis visitavam o templo durante a semana.

De acordo com o Código de Direito Canônico, um santuário deve ser um “lugar privilegiado de piedade e devoção, onde seja vivamente anunciada a Palavra de Deus, incentivada adequadamente a vida litúrgica principalmente por meio da Celebração Diária da Sagrada Eucaristia e, a constante presença de sacerdotes devidamente ordenados e provisionados, para ministrar o Sacramento da Confissão aos fiéis penitentes que acorrerem ao Santuário”. (EPC)

Fonte: https://gaudiumpress.org/content/belo-horizonte-tera-um-santuario-dedicado-a-sao-jose/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.