Ataques a igrejas? “Coisas piores estão acontecendo na Igreja de Jesus Cristo”

Pe. Andrzej Halemba / Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) / Reprodução

Por mais belas e valiosas que sejam, os ataques a igrejas ainda estão longe de ser a pior destruição, afirmou o pe. Gabriel Vila Verde

Segundo o site Aleteia, ataques a igrejas têm sido cada vez mais frequentes e inquietantes em dezenas de países. De fato, eles têm sido registrados do Brasil à França, do Chile à Nigéria, dos Estados Unidos a Moçambique, da Nicarágua à China, do México às Filipinas. Na última semana, foi a vez do Paraguai, que viu a Catedral de Assunção atacada covardemente.

Vários padres brasileiros se manifestaram sobre as verdadeiras causas ideológicas por trás desses ataques. Entre eles, por exemplo, o pe. José Eduardo de Oliveira, conforme você confere aqui.

Mas já faz meses que sacerdotes e bispos denunciam o contexto mais amplo desses ataques. Afinal, os atos de vandalismo são apenas um dos seus aspectos.

Ataques a igrejas são graves, mas não são tudo

Em abril de 2019, por ocasião do incêndio na Catedral de Notre-Dame, o pe. Gabriel Vila Verde escreveu:

Milhões de pessoas estão lamentando o incêndio em Notre Dame. E é lamentável, realmente. Afinal, perdemos uma herança. Perdemos um pedaço de nossa história. Porém, coisas piores estão acontecendo na Igreja de Jesus Cristo, e muitos não lamentam. Uns, porque estão cegos. Outros, porque são os culpados. A fé está sendo devastada. A doutrina está sendo manipulada. A liturgia está sendo esvaziada. O mistério está sendo negado. O Evangelho está sendo ignorado. O Catecismo está sendo ridicularizado. O Sacerdócio está sendo banalizado… Notre-Dame, por mais bela e valiosa que seja, ainda está longe de ser a pior destruição. Acorda, Igreja! Tu foste edificada para ser a luz do mundo. Acorda! Desperta! Antes que seja tarde…

Ataques a igrejas são sinais

Além disso, no mesmo contexto, o bispo Dom Henrique Soares da Costa, que em paz descanse, também comentou:

O incêndio da Notre Dame de Paris é um sinal… Triste e potente sinal… Quem a incendiou? Foi mesmo um acidente? Mais de dez igrejas foram incendiadas na França, nas últimas semanas… Que sinal! Sinal potente, eloquente, para a França, para a Igreja, para a Europa, para o Ocidente… Mas, não ouvirão… Não darão atenção…

Fonte: https://pt.aleteia.org/2020/10/26/ataques-a-igrejas-coisas-piores-estao-acontecendo-na-igreja-de-jesus-cristo/?utm_campaign=NL_pt&utm_source=daily_newsletter&utm_medium=mail&utm_content=NL_pt

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.