Atacam com pichações duas igrejas na Espanha

O site de notícias ACIDIGITAL informou nesta terça (12/02/19), que no último final de semana, duas igrejas das regiões de Gil García e Umbrías, da Diocese de Ávila (Espanha), amanheceram com pichações.

https://twitter.com/jmgilt/status/1094731763170058241/photo/1

Em um comunicado, a Diocese lamentou os “atos de vandalismo”. “Ao mesmo tempo em que pedimos perdão a Deus e elevamos a nossa oração de reparação, condenamos severamente estes atos, que não atentam apenas contra o patrimônio dessas pequenas cidades da nossa diocese, como também atentam contra o respeito e a liberdade religiosa”, expressou.

Em seu comunicado, lembrou que a liberdade de religião está “reconhecida e protegida pela Constituição espanhola de nosso Estado de Direito. É um respeito que deveria ser a base fundamental de nossa coexistência pacífica e livre como sociedade”.

A Diocese informou que denunciou “às autoridades competentes para que investiguem as responsabilidades desse crime flagrante”.

Por sua parte, Dom José María Gil Tamayo, Bispo de Ávila, denunciou as pichações ofensivas através de sua conta no Twitter e expressou sua “forte condenação destes atos de vandalismo contrários à liberdade religiosa”. O Prelado pediu que a “justiça” seja feita.

Fonte:https://www.acidigital.com/noticias/atacam-com-pichacoes-duas-igrejas-na-espanha-38123

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.