As sete antífonas de Advento que são rezadas na semana antes do Natal

Nos dias que antecedem o Natal, na oração das vésperas, rezadas nas tardes, a Igreja reza as Grandes Antífonas do Ó, por começarem todas com essa expressão.

A Enciclopédia Católica explica que as antífonas se dirigem a Cristo e “terminam com um pedido específico ao Senhor”.

Estas antífonas são uma das fontes de onde surgem as chamadas “alegrias” ou estrofes que se cantam ou rezam na Novena de Natal, de 16 a 24 de dezembro.

Essas antífonas não são rezadas somente na Igreja Católica, mas também nas igrejas luterana e anglicana.

A primeira antífona, que é rezada no dia 17 de dezembro, é “Ó Sabedoria” e diz assim: “Ó Sabedoria que saístes da boca do Altíssimo, / e atingis até os confins de todo o universo / e com força e suavidade governais o mundo inteiro: / oh vinde ensinar-nos o caminho da prudência!””.

A segunda, para 18 de dezembro, é “Ó Adonai” e diz: “Ó Adonai, guia da casa de Israel, / que aparecestes a Moisés na sarça ardente / e lhe destes vossa lei sobre o Sinai: / vinde salvar-nos com o braço poderoso!”.

A terceira, de 19 de dezembro, é “Ó Raiz de Jessé” e diz: “Ó Raiz de Jessé, ó estandarte, / levantado em sinal para as nações! / Ante vós se calarão os reis da terra, / e as nações implorarão misericórdia: / Vinde salvar-nos! Libertai-nos sem demora!”.

A quarta, para 20 de dezembro, é “Ó Chave de Davi” e diz: “Ó Chave de Davi, Cetro da casa de Israel, / que abris e ninguém fecha, que fechais e ninguém abre: / vinde logo e libertai o homem prisioneiro, / que nas trevas e na sombra da morte, está sentado!”.

A quinta, em 21 de dezembro, é “Ó Sol Nascente” e diz: “Ó Sol nascente justiceiro, resplendor da Luz eterna: / Oh, vinde e iluminai os que jazem entre as trevas / e na sombra do pecado e da morte, estão sentados!”.

A sexta, de 22 de dezembro, é “Ó Rei das Nações” e diz: “Ó Rei das nações. Desejado dos povos; / ó Pedra angular, que os opostos unis: / Ó, vinde e salvai esse homem tão frágil, / que um dia criastes do barro da terra!”.

A sétima e última, do dia 23 de dezembro, é “Ó Emanuel” e diz: “Ó Emanuel: Deus conosco, nosso Rei Legislador, / Esperança das nações e dos povos Salvador; / Vinde, enfim, para salvar-nos, ó Senhor e nosso Deus!”.

Por causa dessas antífonas a Virgem da Expectação, devoção a Nossa Senhora nos últimos dias de sua gestação, é conhecida como Nossa Senhora do Ó.

A Enciclopédia Católica diz que algumas igrejas medievais tinham mais antífonas maiores, “acrescentando às anteriores ‘O Rex Pacifice’, ‘O Mundi Domina’ e ‘O Hierusalem’, dirigidas a Nosso Senhor, Nossa Senhora e Jerusalém, respectivamente”.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/as-sete-antifonas-de-advento-que-sao-rezadas-na-semana-antes-do-natal-32396

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.