Ao menos 28 sacerdotes morreram na Itália pelo coronavírus

Segundo o site ACI, as dioceses italianas informaram a morte de pelo menos 28 sacerdotes devido ao coronavírus COVID-19, enquanto outros dois morreram por outros motivos, com os quais o número de presbíteros mortos é de pelo menos 30 nos últimos dias.

Os outros dois casos, segundo informa Avvenire, jornal dos bispos italianos, são os do Pe. Guido Mortari, que morreu de pneumonia antes de ser testado para o coronavírus, e do Pe. Giorgio Bosini, que já havia uma condição médica anterior.

O sacerdote mais jovem dos que morreram de coronavírus é o Pe. Alessandro Brignone, que faleceu em 19 de março em Salerno. A maioria dos presbíteros falecidos tinha mais de 70 anos.

Dos sacerdotes falecidos, 11 são da Diocese de Bergamo, onde pelo menos 15 outros foram hospitalizados, de acordo com o Bispo local, Dom Francesco Beschi, a quem o Santo Padre telefonou para expressar sua proximidade e solidariedade.

O Prelado disse em uma mensagem aos seus fiéis que o Papa “pediu que faça chegar sua proximidade aos doentes e a todos aqueles que estão trabalhando de maneira heroica para o bem-estar dos outros: médicos, enfermeiros, autoridades civis e de saúde”, entre outros.

O Bispo também pediu aos fiéis que se confiem em oração a São João XXIII, o Papa que nasceu naquela cidade italiana.

Um dos presbíteros falecidos em Bergamo é o Pe. Remo Rota, de 77 anos, 38 dos quais passou como missionário na República Democrática do Congo.

Seis sacerdotes morreram na Diocese de Parma, incluindo Pe. Franco Minardi, que serviu na mesma paróquia durante 70 anos, e Pe. Nicola Masi, que serviu como missionário na Amazônia.

A Diocese de Piacenza-Bobbio informou a morte de três sacerdotes, incluindo dois gêmeos de 87 anos, Pe. Mario e Giovanni Boselli.

Outras dioceses que informaram sobre sacerdotes falecidos são Cremona, Milão, Lodi, Brescia, Casale Monferrato e Tortona.

Estima-se que cerca de  mil pessoas tenham morrido na Itália devido ao coronavírus até o momento, das quais 475 morreram em 18 de março.

Publicado originalmente em CNA. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/ao-menos-28-sacerdotes-morreram-na-italia-pelo-coronavirus-35602

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.