A única relíquia da Virgem de Guadalupe fora do México interveio neste milagre

A diretora do Colégio St. Therese em Alhambra (Estados Unidos), Alma Cornejo, vivenciou na sua própria carne um dos milagres realizados por intermédio da única relíquia de Nossa Senhora de Guadalupe fora do México, quando milagrosamente seu esposo se recuperou de um aneurisma cerebral que o tinha à beira da morte.

Essa relíquia é um pequeno corte de meia polegada da tilma onde apareceu a imagem da Virgem de Guadalupe. Foi doada em 1941 ao Arcebispo de Los Angeles, Dom John Joseph Cantwell.

Alma soube da existência da relíquia quando participou de uma novena em homenagem à Virgem de Guadalupe na Igreja St. Finbar, em Burbank. Naquela época, o sacerdote associado, Pe. Peter Irving, assinalou que a relíquia ficava guardada na Missão de São Fernando, em Los Angeles.

Algum tempo depois, esse dado seria muito importante para a mulher.

Na sexta-feira, 3 de maio de 2002, o marido de Alma, Vicente Cornejo, sofreu a ruptura de um aneurisma cerebral e imediatamente entrou em coma. Aos 42 anos, tinha apenas 5% de chance de sobreviver.

“Quando chegamos ao hospital, fomos recebidos por uma equipe médica que nos levou a um consultório particular e nos explicou que estava gravemente doente e provavelmente não passaria daquela noite”, assinala Alma em sua coluna para o ‘Angelus News’.

“Centenas de pessoas começaram a rezar por sua recuperação. O que veio depois foi uma série de milagres, um após o outro”, assinalou.

No sábado, 4 de maio, aconteceu o primeiro da lista, quando o pequeno de dez anos e amigo da família, Ian, recebeu sua Primeira Comunhão. Nesse mesmo instante, Vicente acordou do coma.

Através do que Alma considera uma intervenção divina, Vicente foi transferido para o Hospital Keck da Universidade do Sul da Califórnia, onde conseguiram selar o aneurisma sem ter que realizar uma intervenção cirúrgica arriscada.

“Ele passou as quatro semanas seguintes na unidade de terapia intensiva. Não reconhecia ninguém, nem mesmo eu, sua esposa”, diz Alma. A situação se complicava e os médicos queriam estabilizá-lo antes de colocar um shunt cerebral, uma válvula unidirecional para drenar o excesso de líquido cefalorraquidiano do lado afetado do cérebro para outras partes do corpo.

A família pedia muito por sua recuperação, um sacerdote norbertino realizava Missa diária no quarto de Vicente, um sacerdote do Opus Dei o visitava diariamente e seu quarto estava decorado com gravuras de santos.

Em 12 de maio, o médico disse a Alma que o marido havia piorado e desenvolvido meningite. “Para piorar tudo, ele não respondia aos antibióticos”, lembra Alma. “Nada parecia diminuir a febre, por isso, colocaram-no sobre uma manta de gelo na tentativa de diminuir sua temperatura”, acrescentou.

Alma perguntou aos médicos sobre o prognóstico do marido. Eles “deixaram claro que provavelmente nunca caminharia ou reconheceria as pessoas”.

Foi quando Alma se lembrou da relíquia de Nossa Senhora. Sua família sempre ia à Missa na missão de São Fernando e Vicente era ministro da eucaristia. “Então, perguntei a Mons. Francis J. Weber se ele poderia trazer a relíquia.”

Mons. Weber chegou ao hospital em 15 de maio e abençoou Vicente com a relíquia da Virgem de Guadalupe.

E o milagre aconteceu: Vicente parou de drenar o líquido cerebral em três dias “o neurocirurgião principal disse que não tinha explicação médica para a cura”, indica Alma.

“Senhora Cornejo, eu não sei a quem rezou, mas se alguma vez eu precisar de um milagre, chamarei você”, comentou o doutor.

Em 6 de junho, Vicente estava de volta a casa e, embora não possa mais voltar ao trabalho, dezessete anos depois, Vicente é um marido amoroso e um pai alegre, com cinco filhos, um fiel devoto em “Guardian Angel” em Pacoima e ainda um músico apaixonado.

Alma decidiu contar sua história porque “ser abençoada de uma maneira especial por essa relíquia ainda é possível nesta grande ‘Cidade de Los Angeles’, e assim posso contar aos outros com confiança: Leve suas necessidades para ela, ela sempre será Nossa Mãe”.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/a-unica-reliquia-da-virgem-de-guadalupe-fora-do-mexico-interveio-neste-milagre-15836

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.