5 citações de São João Batista para conhecer melhor “a voz que clama no deserto”

São João Batista está, sem dúvida, muito bem acompanhado. Ele e a Virgem Maria são os únicos santos que têm celebrações de sua data de nascimento.

No dia 24 de junho, celebra-se a festa do nascimento de São João Batista. Cinco citações bíblicas ajudam a conhecer melhor o homem sobre quem Jesus disse: “entre todos os nascidos de mulher, não há ninguém maior do que João” (Lc 7, 28).

1. “Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo” (Mt 3, 11)

John Bergsma, especialista em Bíblia e professor de teologia na Universidade Franciscana de Steubenville, nos Estados Unidos, escreveu sobre a possibilidade de João Batista ter feito parte da comunidade judaica dos essênios, que vinculavam intimamente o Espírito Santo à água.

Bergsma, que é doutor em Teologia e especialista no Antigo Testamento, afirma que João Batista foi mais além e não conectou o batismo do Messias apenas com a água e o Espírito Santo, mas também com o fogo.

Leia também: 24/06 – Natividade de São João Batista

2. “É preciso que Ele cresça, e eu diminua” (Jo 3, 30)

O nascimento de João é celebrado perto do auge da luz do sol no hemisfério norte, o solstício de verão, que no hemisfério sul corresponde ao solstício de inverno.

O calendário litúrgico revela um aspecto da missão de João como precursor do Messias, o Filho de Deus encarnado: Ele é “a luz que brilha nas trevas” (Jo 1, 5).

A cada ano, após o solstício de verão, a luz do sol começa a diminuir. Assim também João decresce antecipando a vinda do Messias, até tocar o seu ponto mais baixo na véspera do Natal, no hemisfério norte. Esse é o momento no qual Jesus, “a luz das luzes, desce do céu e a própria luz física começa a crescer”.

3. “Arrependei-vos, pois o Reino dos Céus está próximo” (Mt 4, 17)

São João Batista foi um verdadeiro místico. Sua vitalidade interior e sua visão sobrenatural da realidade permitiram-lhe guiar outras pessoas na convicção de uma mudança de vida que lhes possibilitasse ver o Céu.

“Batizado pelo Espírito Santo no ventre de sua mãe, a vida de João foi marcada pela chegada do Reino do Céu desde seus primeiros dias. Suas palavras registram a realidade das primeiras palavras de Jesus no Evangelho de Marcos: ´Arrependei-vos, pois o Reino dos Céus está próximo´”, afirma Bergsma.

Assista também: Por que celebramos S. João Batista duas vezes no ano?

4. “Crias de víboras! Como podeis falar coisas boas, sendo maus?” (Mt 12, 34)

João Batista não gostava da hipocrisia. As palavras que ele escolheu para dirigir-se aos fariseus e aos saduceus deixam isso claro. “Suas palavras são um lembrete, não tão amável, de que o humilde reconhecimento de nossos pecados é mais importante que as aparências”, afirma o especialista em Bíblia.

5. “Eis o Cordeiro de Deus” (Jo 1, 29)

João Batista foi um dos primeiros a reconhecer a divindade de Jesus. “Ele não apenas salta no ventre de sua mãe. Ele também instrui seus discípulos André e João para que sigam Jesus, chamando-o de Cordeiro de Deus”.

Bergsma lembra que essas palavras são repetidas pelos sacerdotes em cada missa: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.

“Que, nesta festa, as palavras de João Batista acendam o fogo em você” e que você “veja o Céu na sua vida cotidiana, viva com integridade e contemple o Cordeiro de Deus”, conclui o especialista.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/5-citacoes-de-sao-joao-batista-para-conhecer-melhor-a-voz-que-clama-no-deserto-52941

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.