100 anos de Fátima e canonização de videntes: Reitor analisa seu valor para a Igreja

Segundo o ACI Digital (24/04/2017), há muita emoção na Igreja pela canonização dos videntes de Fátima, Francisco e Jacinta Marto, no próximo dia 13 de maio, um evento que o reitor do santuário mariano considera de grande importância.

“Acho que a canonização de alguma forma ajuda a dar credibilidade às aparições e à mensagem de Fátima”, disse o Pe. Carlos Cabecinhas à CNA – agência em inglês do Grupo ACI, em vista da visita do Papa Francisco a Fátima nos dias 12 e 13 de maio.

Esta é uma “credibilidade indireta”, mas que “nos faz olhar para os protagonistas dos acontecimentos de Fátima e ver a sua santidade, a santidade através da qual nos desafiam a viver esta mensagem”.

O Pe. Cabecinhas considerou que a canonização dos irmãos Francisco e Jacinta “tem este valor: não só dos santos na Igreja, mas dos santos que nos desafiam a olhar a mensagem de Fátima e a entender que Fátima também é uma escola de santidade para cada um de nós”.

Além disso, comentou que o centenário das aparições, a canonização e a visita do Papa Francisco são eventos de “grande alegria” para ele e para o povo de Portugal.

“Para mim, foi um grande dom de Deus poder viver este momento ante o santuário e ter em minhas mãos as decisões sobre isso. É um dom de Deus, mas também uma grande responsabilidade”, expressou o presbítero que espera que Fátima acolha até 800.000 peregrinos durante as celebrações de maio.

Com um ano inteiro de celebrações, o Pe. Cabecinhas disse que espera que aqueles que vierem depois da visita do Papa Francisco possam sentir e compreender a mensagem de Nossa Senhora em um nível mais profundo.

Finalmente, o sacerdote disse que gostaria que os peregrinos tivessem “uma experiência alegre de estar em Fátima” e ter “uma experiência de encontro com Deus através da Virgem”.

Maria apareceu pela primeira vez a Francisco, Jacinta e sua prima Lúcia em 13 de maio de 1917, pedindo-lhes para rezar o rosário e fazer sacrifícios pela conversão dos pecadores, o que fizeram através de um compromisso decisivo.

O santuário também foi um lugar popular para os predecessores do Papa Francisco. Foi visitado por Paulo VI, São João Paulo II e o Papa Emérito Bento XVI.

O Pe. Cabecinhas disse que acredita que os Papas visitam Fátima porque o lugar tem “uma mensagem universal, uma mensagem para toda a Igreja”.

“Viram que Fátima tem algo a dizer a toda a Igreja a respeito do lugar de Deus na vida do crente e é por isso que eles vieram, para ressaltar esta mensagem”, sublinhou.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/100-anos-de-fatima-e-canonizacao-de-videntes-reitor-analisa-seu-valor-para-a-igreja-49578/

Be Sociable, Share!

Sobre Prof. Felipe Aquino

O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
Adicionar a favoritos link permanente.