Zombando de Deus

Bandeira-americanaSão Paulo diz na Carta aos Gálatas que “Não vos enganeis, de Deus não se zomba. O que o homem semeia, isso mesmo colherá” (Gal 6,7).

Zombando de Deus, a Justiça dos EUA decidiu arquivar um processo contra Deus “por não saber endereço de réu”. A proposta foi de um senador do estado de Nebraska. Como não foi possível notificar o Criador, juiz decidiu encerrar processo. O indigno senador alega que Deus é onisciente e deve ser julgado por ‘crimes’. O juiz Marlon Polk, da corte distrital do condado de Douglas, disse que como o senador Ernie Chambers não informou no processo o endereço do réu, a Justiça não teria como notificar Deus.

No processo, o senador Chambers acusa Deus de gerar medo e de ser responsável por milhões de mortes e destruições pelo mundo. Segundo ele, Deus gerou “inundações, furacões horríveis e terríveis tornados”. Chambers comentou que Deus fez ameaças terroristas contra ele e seus eleitores. Conforme o senador, ele abriu o processo em Douglas porque Deus está em todas as partes.

Apesar de significar inicialmente uma “derrota”, o senador encarou positivamente a decisão. “A corte reconheceu, desta forma, a existência de Deus”, afirmou. “Desta forma, uma das consequências de reconhecer Deus é admitir sua onisciência. E, se Deus sabe tudo, Deus foi automaticamente notificado deste processo”.

A que ponto chegou a profanação do sagrado e desrespeito a Deus! Não é zombando de Deus que a humanidade vai encontrar paz, amor, justiça e felicidade. Ao contrário, é nos braços do divino Redentor, que se fez homem por amor do homem, e suportou o suplício da cruz para nos salvar. Do alto do Calvário Jesus continua a clamar: “Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem”.

Fonte:http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL800566-6091,00-JUSTICA+DOS+EUA+ARQUIVA+PROCESSO+CONTRA+DEUS+POR+NAO+SABER+ENDERECO+DE+REU.html

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.