Vídeo de intenções de oração 2018: Papa pede rezar pelos sacerdotes

Segundo o ACI, nesta terça-feira, 3 de julho, foi divulgado o sétimo vídeo das intenções de oração do Papa Francisco para este ano de 2018, no qual pede rezar “para que os sacerdotes que vivem com dificuldade e na solidão o seu trabalho pastoral se sintam ajudados e confortados pela amizade com o Senhor e com os irmãos”.

No vídeo, o Santo Padre afirma: “O cansaço dos sacerdotes… sabem quantas vezes penso nisto? Os sacerdotes, com suas virtudes e seus defeitos, desenvolvem seu trabalho em tantos campos”.

“Diante de tantos desafios, não podem ficar parados depois de uma desilusão. Nesses momentos, é bom lembrar que as pessoas amam seus pastores, precisam deles e confiam neles”, prossegue.

Finalmente, Francisco incentiva a rezar “juntos para que os sacerdotes que vivem com dificuldade e na solidão o seu trabalho pastoral se sintam ajudados e confortados pela amizade com o Senhor e com os irmãos”.

Todos os meses, a Santa Sé divulga um vídeo no qual apresenta as intenções do Pontífice sobre os desafios atuais para a humanidade e incentiva a Igreja e todos os que desejarem a se unir a ele na oração.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/video-de-intencoes-de-oracao-2018-papa-pede-rezar-pelos-sacerdotes-98268

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.