Vaticano recolhe assinaturas para defender os não nascidos na Europa

Vaticano, 18 de maio de 2012 (ACIDIGITAL) – Sob o lema “Um de Nós”, o Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), presidido pelo Cardeal Stanislaw Rylko, lançou uma importante iniciativa para defender a vida dos nascituros na Europa.

Em sua luta por dar voz “aos que não a possuem”, através do seu site oficial, o PCL informou que no dia 11 de maio apresentou ante a União Europeia uma coleta de assinaturas a favor do reconhecimento da dignidade humana e do direito à vida de todo ser humano.

O PCL propôs que a vida dos “não nascidos”, deve ser respeitada no âmbito legal a partir do primeiro instante da concepção. Para que a petição seja aceita, a Igreja deve reunir no prazo de um ano -até 11 de maio de 2013-, um milhão de assinaturas. Os assinantes devem ser de cidadãos pertencentes a pelo menos sete estados europeus.

O dicastério vaticano explicou que a União Europeia “não pode mudar as leis dos estados nas matérias que se referem à vida nascente, mas pode, por si mesmo, comportar-se de modo coerente com o princípio da igualdade de dignidade de cada ser humano a partir da concepção em todas as atividades que desenvolve diretamente -investigação científica, ajuda ao desenvolvimento, sanidade”.

Para o recolhimento de assinaturas, os organizadores constituíram um comitê constituído por 41 representantes de 21 movimentos pró-vidas de 20 nações distintas.

Os organizadores têm como objetivo superar com acréscimo o milhão de assinaturas e suscitar a participação de todos os 27 estados europeus naquilo que “veem não somente como uma necessidade, mas como uma urgência”.

A iniciativa além disso, propõe uma novidadeira missão “ad gentes”: A coleta de assinaturas irá acompanhada de numerosas atividades educativas e culturais marcadas pela unidade e a colaboração de todas as associações e movimentos cristãos que queiram unir-se de toda a União Europeia.

O PCL espera conseguir “uma unidade de tentativas que seja totalmente forte e visível para sugerir um diálogo sincero e construtivo com todos os homens”.

Além disso, o PCL sublinhou que necessário animar a “‘mobilização geral’ da totalidade do “povo da vida” como João Paulo II diz na Encíclica Evangelium Vitae”.

O dicastério vaticano ressaltou que é de urgente necessidade “uma renovação real, civil e moral neste momento de crise, de desconfiança, e de resignação, e pode começar a partir do dar uma ‘grande voz’ a quem não tem voz”, e esta é “uma ocasião importante para suscitar um verdadeiro e próprio despertar dos povos europeus”, concluíram.

Movimentos católicos se unem a favor da vida
Dentro deste marco, o Movimento pela Vida Italiano celebrará no próximo domingo 20 de maio na Sala Paulo VI da Cidade do Vaticano, o evento “Um de Nós”, pelos movimentos Comunhão e Liberação, Focolares, Ação Católica, o Fórum das Associações Familiares, a Comunidade Papa João XXIII, a Renovação no Espírito Santo, e o Caminho Neocatecumenal.

O evento se desenvolve de 09h00 a 13h30, e contará com uma conexão ao meio-dia com a Praça de São Pedro para rezar o Ângelus junto ao Papa Bento XVI. Espera-se que durante o encontro participe o Presidente do Pontifício Conselho para a Família, Cardeal Ennio Antonelli.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.