Vaticano: Papa quer reação da Igreja perante ataques contra a família

Bento XVI deixa apelo: «Não podemos ficar indiferentes»

Cidade do Vaticano, 29 Mar (Ecclesia) – Bento XVI desafiou hoje os responsáveis católicos da América Latina a não ficarem “indiferentes” perante o que classificou como “falsas ideologias” que prejudicam as famílias.

“Constata-se dolorosamente como os lares sofrem cada vez mais com situações adversas provocadas pelas rápidas mudanças culturais, a instabilidade social, os fluxos migratórios, a pobreza, os programas de educação que banalizam a sexualidade e as falsas ideologias”, escreve o Papa aos bispos responsáveis pelas áreas da família e da vida nos episcopados latino-americanos e caribenhos.
O documento, divulgado esta manhã pela sala de imprensa da Santa Sé, considera que “a família é o valor mais querido” pelos povos da região.

“Não podemos ficar indiferentes perante estes desafios. No Evangelho encontramos luz para responder-lhes, sem desanimar”, aponta Bento XVI.
À Igreja, diz o Papa, compete promover “a cultura da vida” e trabalhar para que “os direitos das famílias sejam reconhecidos e respeitados”.
“Nenhum esforço é inútil para fomentar quanto possa contribuir para que cada família, fundada na sua união indissolúvel entre um homem e uma mulher, leve a cabo a sua missão de ser célula viva da sociedade”, pode ler-se.
Na mensagem, em espanhol, o Papa deixa votos de que “a vida humana seja acolhida e protegida, desde o seu início até ao seu fim natural”.
“É importante traçar caminhos de colaboração com todos os homens e mulheres de boa vontade para continuar a tutelar intensamente a vida humana, o matrimónio e a família em toda a região”, indica.

Bento XVI convida os católicos a não terem medo de “mostrar a beleza dos altos ideais e as exigências éticas e morais da vida em Cristo”.
Em conclusão, a mensagem papal deixa uma palavra de “afecto e solidariedade” para as famílias da América Latina, lembrando em particular as que se encontram numa situação de “dificuldade”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.