Vaticano: Papa elogia «respeito» entre católicos e judeus

Bento XVI recebeu pela primeira vez uma delegação judaica vinda da América Latina

Cidade do Vaticano, 10 de maio de 2012 (Ecclesia) – Bento XVI destacou hoje no Vaticano o crescimento da “confiança, respeito e boa vontade” nas relações entre católicos e judeus, ao receber pela primeira vez uma delegação judaica vinda da América Latina.

“Num mundo cada vez mais ameaçado pela perda dos valores espirituais e morais, que são os que podem garantir o respeito pela dignidade humana e a paz duradoura, um diálogo sincero e respeitoso entre religiões e culturas é crucial para o futuro da nossa família humana”, disse o Papa aos membros do Congresso Judaico Latino-Americano.

O discurso de Bento XVI evocou os 50 anos do início do Vaticano II (1962-1965) e a declaração conciliar ‘Nostra Aetate’, sobre a Igreja e as religiões não-cristãs, que assumiu uma “nítida posição contra qualquer forma de antissemitismo” e lançou as bases para uma “nova valorização teológica da relação” com o judaísmo.

O Papa falou num encontro “particularmente significativo”, por se tratar do “primeiro grupo que representa organizações judaicas na América Latina” com o qual se reunia no Vaticano, destacando o dinamismo das comunidades na Argentina e no Brasil, que vivem no meio de “uma grande maioria de católicos”.

“Grupos que inicialmente se relacionavam com certa desconfiança tornaram-se parceiros e amigos, bons amigos inclusive, capazes de enfrentar juntos crises e conflitos de maneira positiva”, frisou.

Bento XVI reconheceu que há “muito por fazer” para superar as dificuldades do passado, deixando votos de que esta audiência “seja uma fonte de alento e confiança renovada no momento de enfrentar o desafio de construir laços cada vez mais fortes de amizade e colaboração, e de dar testemunho profético da força da verdade de Deus”.

“Devemos dar graças por estarmos comprometidos em percorrer juntos o caminho do diálogo, da reconciliação e da cooperação”, observou.

A delegação foi encabeçada pelo brasileiro Jack Terpins, presidente do Congresso Judaico Latino-Americano.

Os participantes levaram como presente para o Papa uma edição especial do livro editado em conjunto com o CELAM, Conselho Episcopal Latino-Americano, em que se faz uma retrospetiva das relações entre judeus e católicos nos últimos 40 anos. (OC)

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.