União civil de homossexuais: o alvo é você

Aquilo a que o Brasil assistiu nessa semana foi mais um passo no avanço da agenda do movimento homossexual neste país. Para que a ideologia homossexual seja validada é de fundamental importância que o “casamento” homossexual seja legalizado.

O movimento homossexual não é um movimento de direitos civis, é uma revolução moral que tem o objetivo de mudar a percepção das pessoas sobre a homossexualidade e, por isso, se esforça para impor mudanças nas leis, costumes, moralidade e mentalidade para que a homossexualidade não seja apenas tolerada, mas que também seja aceita como boa e normal. Para que o homossexualismo seja aceito como bom e normal é fundamental que as uniões homossexuais ganhem o status de “casamento” (o que, por mais esforços que o movimento homossexual faça, jamais conseguirão ser por sua própria essência).

O que, de fato, está no centro da discussão não é a discriminação que os homossexuais podem sofrer, não são os crimes de ódio, nem a parceria doméstica, o que está no centro da discussão é a moralidade da homossexualidade! As leis de não-discriminação, leis sobre crimes de ódio e benefícios sobre parceria doméstica favorecem que os homossexuais sejam protegidos como pessoas humanas, mas não colaboram em nada para que o homossexualismo seja acolhido pela sociedade como moralmente bom. Por isso é necessário que haja o reconhecimento civil das uniões homossexuais para que essas se equiparem à família tradicional.

Portanto, é importante que você, leitor, tenha a consciência de que o alvo das táticas do movimento homossexual é você! Sim, você mesmo, com suas convicções, princípios e valores. É o que você pensa sobre o matrimônio, a família, a fidelidade conjugal que está em jogo. Esse movimento quer transformar a sua mentalidade, até o ponto de colocar sobre os seus ombros o peso de preconceituoso por não considerar o homossexualismo uma prática natural. O objetivo é criminalizar a sua opinião.

É lamentável o que aconteceu no Brasil nesses últimos dias. Como afirmou Dom Henrique Soares Costa, este país assistiu à arrogância de um Judiciário que esnobou a sociedade, desmoralizou o Congresso Nacional e o povo brasileiro, aprovando por ideológica unanimidade o reconhecimento civil das uniões homossexuais. Contudo, é preciso resistir a esse movimento, entrando na luta pela defesa da família, fortalecendo nossos valores e jamais abrindo mão dos nossos princípios cristãos.

Isabella Mantovani Gomes
Consagrada na Comunidade Pantokrator

Fonte:
http://www.pantokrator.org.br/blogs/?p=2902

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.