Uma estatística trágica

SUICIDIO++10Uma a cada cinco meninas adolescentes da França (20,9%) e 8,8% dos meninos de 15 anos confessaram que já tentaram se suicidar, conforme a conclusão de uma pesquisa publicada no jornal “Le Monde”, segundo um estudo publicado pela revista de formação médica “Le Concours Médical”, edição de janeiro.

A pesquisa foi realizada em junho de 2012 com 1.817 jovens de 171 escolas das regiões de Poitou-Charentes (centro-oeste) e Alsácia (centro-leste). A publicação do resultado da pesquisa coincidiu com o Dia Nacional para a Prevenção do Suicídio.

A destruição da família, a frustração sentimental ligada a relações sexuais precoces, a imensa ausência da religião na vida, na escola e também nas igrejas, pesa decisivamente nessas desesperadas tentativas de se tirar a vida.

A cada ano o índice de tentativa de suicídios de jovens aumenta. Segundo “Le Monde”, em 1993 só 9% das meninas e 4% dos meninos reconheciam que tentaram o suicídio. Em 1999, os números saltaram para 14,6 e 8,8%, respectivamente. Agora se chegou a 20,9% e 8,8%.

É uma estatística trágica, saber que no auge da vida o jovem quer tentar o suicídio. Alguma coisa está muito errada no Ocidente, outrora católico, que hoje zomba da Igreja, profana as coisas sagradas, arranca os crucifixos das parede e dos pescoços da pessoas… Está colhendo o preço amargo de voltar ao paganismo dos tempos de Roma e da Grécia antiga. Não adianta colocar nas mãos dos jovens a mais sofisticada tecnologia, os Ipad, Iphone, tablets, etc., se não dermos a eles o sentido da vida, a beleza da religião, o ideal de viver para fazer o bem.

Fonte:http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2014/02/05/uma-a-cada-cinco-adolescentes-francesas-ja-tentou-se-matar-diz-estudo.htm

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.