História da Igreja: Clemente V – Avinhão e Viena

Morto Bonifácio VIII, foi logo eleito seu sucessor Bento XI, (1303-1304), que fora o Cardeal Nicolau Boccassini, Bispo de Óstia. Começou sua vida eclesiástica como frade dominicano, chegando a ser Mestre Geral da Ordem. Conservou-se sempre manso e pacífico e, embora fosse fiel a Bonifácio VIII julgou dever trilhar outras vias. Com efeito; recordando-se de … Continue Lendo

História da Igreja: O papado e Luís IV

(1314-47) O capítulo anterior descreveu a transferência do Papado para Avinhão (França em 1309, sob Clemente V. A influência do rei da França tendia a dominar os Papas. Os primeiros decênios do Papado em Avinhão foram marcados por sério conflito com o rei Luís IV da Alemanha.43 João XXII e Luís IV A Clemente … Continue Lendo

História da Igreja: Igreja e Império nos séculos IV/V

Continuaremos a percorrer a história das relações entre a Igreja e o Império Romano, desde 363 até o fim do século V. A história dos dogmas da fé que se desenvolveu contemporaneamente, ficará para os capítulos 8-13 até o fim do século IV. 1. Sucederam a Juliano, o Apóstata, os Imperadores Joviano (363-4), Valentiniano … Continue Lendo

História da Igreja: Igreja e Império no séc. IV

5. Vimos que a era das perseguições à Igreja termina com a ascensão do Imperador Constantino (306-337). Examinamos agora a figura deste monarca e as marcas que deixou na história. Constantino e a Paz de Milão Constantino era filho de Constâncio Cloro, Imperador Romano responsável pelo Ocidente da Europa. Subiu ao trono na Gália em … Continue Lendo

História da Igreja: As controvérsias sobre a graça

Como dito, o Ocidente se interessou especialmente por questões teológicas atinentes ao homem e a sua salvação. Continuaremos os estudos do capítulo anterior, abordando neste as controvérsias sobre a graça, que muito mobilizaram o gênio de S. Agostinho (? 430). O Pelagianismo Pelágio nasceu na Bretanha (Inglaterra de hoje) por volta de 354. Fez-se … Continue Lendo

História da Igreja: Papado e Império de 891 a 1003

Observações prévias O Imperador Carlos Magno (800-814) embora cesaropapista, conseguiu realizar o que se chama “o Renascimento Carolíngio” ou um surto de cultura profana e religiosa importante naqueles tempos de baixo nível cultural. O monarca cercou-se de homens sábios, que com ele colaboraram para a expansão da fé, dos bons costumes e da instrução nos … Continue Lendo

A cruz, sinal do cristão – EB (Parte 2)

Jesus deve ter permanecido três horas pendente da Cruz antes de morrer. São Marcos (15,25) diz que Jesus foi crucificado “na terceira hora”; compreendamos, porém, que “terceira hora”, no cômputo dos romanos (que Marcos adota), correspondia não a 60 minutos, mas ao período que ia das 9 às 12 horas da manhã.¹ São João … Continue Lendo