Simpósio internacional promove combate à pedofilia

Qui, 19 de Janeiro de 2012 10:08 por: CNBB/RADIO VATICANO  “Em direção à cura e à renovação”, é o título do Simpósio Internacional promovido pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, o qual vai abordar a temática do abuso sexual por membros da Igreja. O objetivo desse encontro é renovar o empenho da Instituição Católica contra esse tipo de crime.

Dos dias 6 a 9 de fevereiro, bispos e superiores gerais das ordens religiosas de todo o mundo estarão reunidos na capital italiana para discutir a proteção das crianças e das pessoas mais vulneráveis aos abusos sexuais. A conferência será uma ocasião para a troca de informações sobre os recursos disponíveis, a nível global, para reagir ao fenômeno tanto na Igreja quanto na sociedade em geral.

Os debates terão como base a Circular difundida em maio do ano passado pela Congregação para a Doutrina da Fé, na qual foi solicitado a todas as dioceses do mundo que fossem estabelecidos “procedimentos adequados para fornecer assistência às vítimas de tais abusos e para educar a comunidade eclesiástica sobre o tema da proteção dos menores”.

Estão convidados para palestrar especialistas de diversas áreas, como psicologia, direito canônico, teologia e ministério pastoral.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.