Silêncio e Palavra: caminho de evangelização

Cidade do Vaticano (RV) – Será apresentada na Sala de Imprensa da Santa Sé, na
próxima terça-feira (24), a mensagem de Bento XVI para o 46º Dia Mundial das
Comunicações Sociais, este ano dedicada ao tema “Silêncio e Palavra: caminho de
evangelização”.

 O documento, com versão também em português,
será divulgado durante uma coletiva de imprensa com a presença do Presidente do
Pontifício Conselho das Comunicações Sociais, Dom Claudio Maria Celli. O tema
para a celebração de 2012, que se comemora no dia 20 de maio, foi divulgado
pelo Vaticano em setembro de 2011. Na época, o arcebispo italiano disse que a
escolha de Bento XVI é um “desafio” para todos e que a Igreja “deve ajudar a
recuperar uma dimensão humana profunda da comunicação”.

 Dom Claudio Celli lembrou então a realização
do Sínodo de Bispos, em outubro deste ano, que tem como tema “A nova
evangelização para a transmissão da fé cristã”. “Evangelizar é anunciar a
palavra, no contexto de hoje, ao homem de hoje, o que exige escuta, não só de
quem recebe a mensagem, mas também de quem a propõe”, observou o prelado,
pedindo atenção aos “grandes temas da solidão, das dificuldades da vida, da
falta de sentido, do afastamento dos grandes valores”.

 A mensagem do Papa vai ser divulgada, como é
tradição, na festa litúrgica de São Francisco de Sales, padroeiro dos
jornalistas. (SP)

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.