Será o esoterismo compatível com a fé cristã?

new-age-242773_1280Não. O esoterismo passa ao lado da realidade de Deus. Ele é um ser pessoal, é o amor e a origem da vida, não uma energia cósmica fria. O ser humano é desejado e criado por Deus; não é divino, mas uma criatura ferida pelo pecado, ameaçada pela morte e necessitada de redenção. Enquanto os adeptos do esoterismo aceitam geralmente que o ser humano se pode redimir a si mesmo, os cristão creem que só Jesus Cristo e a graça de Deus os salvam.

Leia também: Cuidado com as superstições

5 chaves para entender por que ioga é incompatível com o cristianismo

O perigo das seitas

De igual modo, nem a Natureza nem o Cosmos são Deus (Panteísmo); antes, o Criador, que nos ama com todo o amor, é infinitamente maior e distinto de tudo o que Ele criou. [2110 – 2128]

Assista também: Por que o esoterismo não pode ser compatível com a fé cristã?

O que a Igreja diz sobre pessoas que fazem adivinhações e magia?

falsas_doutrinasHoje, muitos praticam ioga por motivos de saúde, participam em cursos de meditação para adquirirem tranquilidade e concentração, ou em workshops de dança para fazerem uma nova experiência corporal. Nem sempre, porém, estas técnicas são inofensivas. Por vezes, são veículos para uma doutrina estranha ao Cristianismo: o Esoterismo. Nenhuma pessoa racional deveria concordar com esta mundivisão irracional, em que formigam espíritos, duendes e anjos (esotéricos), em que se crê em magia e os “iniciados” têm um conhecimento misterioso, ocultado ao “povo estúpido”. Já no antigo Israel se alertava para o perigo da crença em deuses e espíritos, proveniente dos povos circunvizinhos. Só Deus é o Senhor; não existe outro Deus além d’Ele. Também não existe uma técnica (mágica) para encantar o “divino”, impor os próprios desejos ao universo ou atingir a redenção. Muitas coisas do esoterismo são, na perspectiva cristã, superstição ou ocultismo.

Fonte: Youcat

Banner-fixo-como-nos-defender-de-falsas-doutrinas

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.