Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil – Prof Felipe Aquino

Amigos, 
conheci o Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil, multi-diocesano, com
seminaristas de 15 dioceses, a cargo dos padres Legionários de Cristo. Um belo
Seminário, com excelente formação humana e espiritual. Vale a pena conhecer.
Seu Reitor é o Pe. Deomar de Guedes. Estive ali a seu convite para proferir uma
Palestra aos padres, diáconos e seminaristas. Gostei muito.

As fotos do
Seminário podem ser vistas no site (www.smme.org.br)
ou no blog (materecclesiaedobrasil.com)

Prof.
Felipe Aquino

 Seminário
Maria Mater Ecclesiae do Brasil

Itapecirica
da Serra – São Paulo

A história
do Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil (SMME) está ligada à Legião de
Cristo, congregação religiosa de direito pontifício. A experiência dos
legionários na formação integral de sacerdotes motivou o Servo de Deus João
Paulo II a pedir à congregação, no final da década de 80, a ereção de um seminário
em Roma que tivesse como fim a preparação de seminaristas diocesanos do mundo
todo. De fato, a procura pela formação fiel ao verdadeiro espírito do Concílio
Vaticano II, em continuidade com a memória e identidade da Igreja, assim como o
amor ao Santo Padre e a vida de oração, fundamentaram a requisição do Sumo
Pontífice.

A formação de seminaristas diocesanos, futuros pastores de almas, é essencial
para a saúde espiritual do povo. Acolhendo, então, o pedido vindo da Santa Sé,
a Legião de Cristo se dispôs a formar sacerdotes segundo o coração de Cristo.
Deste modo, o Pontificio Colégio Internacional Maria Mater Ecclesiae (PCIMME)
foi colhendo valiosos frutos desde os primeiros anos. Muitos foram os Bispos
que enviaram seus seminaristas à Cidade Eterna, sabendo que receberiam uma
formação alicerçada na fidelidade ao Magistério da Igreja. Já são mais de 650
os sacerdotes egressos nos 19 anos de sua existência.

 
Motivados pelos bons frutos do PCIMME, trinta e dois Bispos brasileiros,
liderados pelo então arcebispo de Salvador, primaz do Brasil e presidente da CNBB,
o Cardeal Lucas Moreira Neves, pediram a fundação de um seminário nos mesmos
moldes e padrões do Seminário de Roma, desta vez no Brasil. Obviamente, a
formação integral – espiritual, intelectual, pastoral, humana – percebida como
a marca dos sacerdotes formados no PCIMME, foi fator determinante no
amadurecimento do pedido. A este fator é preciso porém acrescentar o anseio por
um espaço formativo livre de influências ideológicas e político-partidárias,
que buscasse a correta compreensão dos documentos conciliares e atento ao
Magistério da Igreja.

 
Assim, no ano 2000 foi criado o Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil.
Inicialmente localizado junto ao noviciado da Legião de Cristo, em Arujá – SP,
desde os seus primórdios ofereceu aos seminaristas um ambiente formativo de
profunda espiritualidade e próprio para o aprimoramento das capacidades
intelectivas, humanas e pastorais. Não obstante, em 2005, localizado no
município de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, foi inaugurado a
primeira etapa do projeto do Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil. O
seminário surge em meio a um espaço privilegiado, cercado por árvores
centenárias, com mais de 112.000
m2. O ambiente físico ajuda na edificação de um espírito
de silêncio, oração e comunidade.

 
O Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil, assim como o seu irmão mais velho
de Roma, disponibiliza aos seminaristas uma formação baseada nos ensinamentos
do Magistério e em todo legado da Igreja, destacando, do mesmo modo, a
necessidade de amparar os seminaristas numa compreensão profunda da modernidade
com suas luzes e sombras. Assim, englobando uma multiplicidade de ações, o SMME
brasileiro ajuda na construção de futuros Sacerdotes preparados para a
realidade, homens de oração, homens de leitura, homens de ação e homens de
caridade.

 
Com este objetivo claro – a formação de apóstolos para o mundo de hoje – o
Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil centraliza todo o seu método na
figura de Cristo. O processo formativo tem como meta esculpir em cada seminarista
o coração de Nosso Senhor. Desse modo, potencializando as capacidades de cada
jovem, o Seminário auxilia no aprimoramento das qualidades individuais e no
desenvolvimento das virtudes necessárias para o sacerdócio. Abarcando as
dimensões pessoais e sociais, humanas e espirituais, intelectuais e pastorais,
a formação integral proporciona ao seminarista um amadurecimento harmonioso e
sereno que o capacitará para sua futura missão.
 
O Seminário Maria Mater Ecclesiae favorece a formação da autêntica koinonia,
graças à comunhão entre seminaristas vindo dos mais variados cantos no Brasil.
Além disso, a necessidade de fomentar entre estes a maturidade viril, pautada
na consciência reta, faz com que em todo o espaço formativo a liberdade seja
vivida de forma responsável, fundamentada na capacidade de discernimento e no
espírito de honestidade.
 
Atualmente, o Seminário Maria Mater Ecclesiae reúne cento e quarenta
seminaristas e onze sacerdotes legionários que atuam como formadores. É
integrado por jovens vindos de todos os cantos do país, do norte ao sul, do
Maranhão até o Rio Grande do Sul, e que recebem uma formação comunitária e
personalizada, levando em conta as aptidões e riquezas próprias. Ademais, os
seminaristas vivem o espírito de humildade e serviço, na obediência  e
colaboração com os formadores e nas tarefas do dia-a-dia em benefício de toda a
comunidade do seminário. Já são 103 os sacerdotes egressos nestes dez anos de
existência. Os frutos dessa formação são corações apaixonados por Cristo.

  Função:   Número:   
  Administrador Paroquial   30   
  Reitor   10   
  Pároco   26   
  Vigário   40   
  Prefeito de estudos   1   
  Diretor Espiritual   1   
  Sem dados   7   
  Total:   115   
  Índice de perseverança:   97%  

A proposta do SMME se sustenta sobre os ensinamentos da Igreja, vivendo
ardorosamente a fidelidade ao Magistério e levando em alta estima a necessidade
de plantar nos corações dos jovens candidatos o amor pela Esposa de Cristo. De
maneira integral, a formação abarca todos os requisitos necessários ao
sacerdócio.

O SMME dispõe de uma excelente equipe acadêmica que transmite não só o conteúdo
formal como incita a capacidade de raciocínio e reflexão junto aos
seminaristas, a fim de contar com sacerdotes preparados para compreender a fé e
responder aos questionamentos do povo de Deus. O ensino de línguas – espanhol,
latim, grego, hebraico, italiano – também é um dos diferenciais da formação.

A formação
humana, por sua vez, passa pelo serviço, com trabalhos diários que incitam a edificação
do espírito de caridade e fraternidade. Ademais, o SMME entende que a prática
de esportes não só melhora a saúde física como estimula a auto-formação.

Para a formação pastoral, os seminaristas são chamados a se inserir nas
paróquias da diocese local – Campo Limpo – com ações que vão desde a juventude
até dependentes químicos.

Entretanto, nenhum desses esforços seria suficiente se não fosse dada a correta
atenção ao processo de formação espiritual. O SMME enfatiza a necessidade de
projetar homens de oração. Desse modo, educa os seminaristas através de uma
frequência diária que abarca a Liturgia das Horas, a meditação, o terço, a
adoração ao Santíssimo Sacramento e a Santa Missa, além dos momentos
espontâneos de oração pessoal. A piedade mariana é cultivada nos diversos
momentos do dia; assim, colocando-se sob a proteção de Maria, Mãe da Igreja, e
espelhando-se em seu exemplo, o Seminário e cada um dos seus membros procura
com ardor viver a fidelidade a Cristo e à sua Esposa amantíssima, a Igreja.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.