Semana Nacional da Família

A Pastoral Familiar e o Setor Vida e Família da CNBB, organizam e promovem desde 1992, a Semana Nacional da Família. Esta iniciativa quer ser uma resposta à inquietação, ao descontentamento e desejo de se fazer alguma coisa na defesa e promoção da família. Assim  a Semana da Família celebrada sempre na semana seguinte ao Dia dos Pais, quer salientar a importância  da família, que, talvez mais que outras instituições, tem sido colocada em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura. Por isso é fundamental um olhar atento dirigido à família, “maior patrimônio da humanidade”.

O contexto atual exige da nossa ação evangelizadora  um profundo ardor missionário para ajudar as famílias a não perderem de vista a sua dignidade e missão de ser a primeira escola das virtudes cristãs e civis de que a sociedade tem necessidade. É inegável que a família participa decisivamente no desenvolvimento da sociedade. É o lugar privilegiado para forjar no coração humano os perenes valores espirituais e sociais.

O Papa Bento XVI, em sua oração no Discurso Inaugural da V Conferência em Aparecida (2007), rezou pedindo para que as famílias “continuem a ser berço onde nasce a vida humana abundante e generosamente, onde se acolhe, ama e respeite a vida desde a sua concepção até ao seu fim natural”.

O Documento de Aparecida (nº 302), quando fala de alguns lugares de formação de discípulos missionários, menciona “a família como primeira escola da fé”, “o lugar e a escola de comunhão, fonte de valores humanos e cívicos, lar onde a vida humana nasce e se acolhe generosa e responsavelmente”. E garante que “Deus ama nossas famílias, apesar de tantas feridas e divisões. A presença invocada de Cristo através da oração em família nos ajuda a superar os problemas, a curar as feridas e abre caminhos de esperança” (DA, nº 119).

Para melhor celebrarmos a Semana da Família, a Pastoral Familiar oferece o subsídio “Hora da Família”. O tema proposto para o ano de 2011 é Família Pessoa e Sociedade. É um instrumento rico em temas de estudo, reflexão e celebrações.

Como bispo diocesano, convido as famílias, as comunidades e as paróquias a aproveitarem a semana para intensificar a oração nas e pelas famílias. Vamos promover palestras e encontros de estudo sobre os valores da família. Nas celebrações deste domingo e desta semana vamos destacar a vocação da família colocando-as sob a proteção da Sagrada Família de Jesus, Maria e José, através de preces e reflexões. E, ciente da importância e da beleza da vocação paterna que se desenvolve na família, aproveito a passagem do Dia dos Pais que comemoramos neste domingo, para cumprimentar a todos os papais invocando sobre eles e suas famílias as bênçãos do Deus que é o Pai de todos nós.

***
Dom Canísio Klaus
Bispo Diocesano de Santa Cruz do Sul – RS

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.