São Marcos: Evangelista e autor do Segundo Evangelho .

Ele é filho
de Maria de Jerusalém, e primo de São Barnabé.Um Levite, ele provavelmente era
um ministro na sinagoga local, quando encontrou Jesus.

Diz a
tradição que ele fugiu quando Cristo foi preso. Marcos acompanhou São Paulo e
São Barnabé até a Antiópia (Moderna Turquia)em 44 e depois para Chipre. Ele
acompanhou São Paulo na sua primeira jornada missionária mas retornou logo a
Jerusalém. Ele não concordava com São Paulo, mas estava com ele em Roma durante
a primeira prisão de São Paulo. Uma antiga tradição diz que Marcos foi o
primeiro bispo de Alexandria no Egito, e ele é provavelmente o “João
Marcos” a que se refere os “Atos de São Paulo”. Marcos escreveu
o Segundo Evangelho entre os anos 60 e 70, baseado nos ensinamentos de São
Pedro. Ele é também chamado o “Interprete de São Pedro” pelos seus
contemporâneos . Acredita-se que Marcos proveu a Mateus e Lucas com fontes
básicas para os seus evangelhos.
Ele morreu como mártir na Alexandria, Egito e no século nono, suas relíquias
foram trasladadas para Veneza, Itália. Ali elas foram envolvidas por uma linda
catedral erigida em sua honra. Ele é o padroeiro de Veneza. É mostrado na
liturgia católica com um leão com asas.

Sua festa é
celebrada no dia 25 de abril

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.