São Longuinho

São
Longuinho viveu no primeiro século, contemporâneo de Jesus, e seria o centurião
romano que reconheceu Cristo como sendo o “filho de Deus” na
crucificação. Veja Mateus 27:54; Marcos 15:39 e Lucas 23:47. Ele seria o
soldado que feriu o lado de Jesus com a sua lança.(Jo :19:34).Provavelmente
porque Longinus é derivado do grego “longche” que significa lança.

Diz a
tradição que a água que saía do lado ferido de Jesus respingou em seu rosto e
ele imediatamente sarou de uma grande problema de visão, e converteu-se, deixou
o exército, recebeu instrução dos apóstolos e tornou-se um monge na Caesarea,
Capadócia (hoje Turquia) .

Diz a
tradição que foi preso e torturado para renegar sua fé tendo seus dentes sido
arrancados e a língua cortada, mas o juiz encarregado do martírio ficou cego e
Longinho voltou a falar dizendo ele (juiz) só ficaria curado após a sua morte.
Foi imediatamente decapitado e logo após o juiz ficou completamente são e se
converteu.

Sua lança é
reverenciada como uma relíquia religiosa e está a mostra em Viena, na Áustria.

Na Espanha
e no Brasil ele é o protetor para encontrar objetos perdidos.

Sua festa é
celebrada no dia 15 de março.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.