Santa Sé apresenta nova unidade móvel de televisão

Será
possível ver o Papa em três dimensões, no futuro

CIDADE DO
VATICANO, quarta-feira, 17 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – Foi apresentada ontem, durante conferência de
imprensa, a unidade móvel do Centro Televisivo Vaticano (CVT). A nova unidade,
um caminhão de mais de 13
metros, permitirá que sejam transmitidas imagens das
cerimônias do Vaticano em alta definição.

Bento XVI
abençoou a unidade móvel hoje, depois da Audiência Geral. Após a benção, o
caminhão partirá para Milão onde receberá os últimos ajustes técnicos para que
comece a funcionar.

 Esta
unidade está subdividida em quatro áreas operativas e zonas de áudio, salas,
aparelhos de VT e câmeras. Serão 16 vídeo câmeras com conexão em fibra ótica de
alta definição.

De acordo
com o padre Federico Lombardi, porta-voz da Santa Sé e diretor do Centro
Televisivo Vaticano, são mais de 200 transmissões ao vivo anuais do Vaticano
“desde as grandes celebrações na Praça de São Pedro aos Angelus, as Audiências
Gerais e especiais, além de concertos na Sala Paulo VI, entre outras”, pelo que
era cada vez mais necessário investir nessa tecnologia.. A nova unidade móvel
poderá arquivar também o sinal em alta definição de todas as transmissões ao
vivo.

O custo
total da nova infra-estrutura para a cobertura televisiva do Vaticano está
estimado em 4,5 milhões de euros. Além do próprio Centro Televiso, contribuíram
para a implementação da unidade móvel a Sony italiana e os Cavaleiros de
Colombo, associação de leigos católicos fundada nos Estados Unidos.

Carl
Anderson, cavaleiro supremo da Ordem, afirmou que “espera que esta nova
tecnologia colocada a serviço da nova evangelização possa servir de canal e
leve a Palavra de Deus a cada esquina da Terra”. Ele completou dizendo que a
Palavra de Deus deve ser apresentada “da maneira mais clara e avançada
possível, transformando a vida de muitas pessoas”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.