Santa Mônica e Santo Agostinho

Dia 27 de agosto celebramos o dia de Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho.

Santa Mônica é modelo de mãe dedicada, que sofre por seus filhos, mas procura em Deus as forças para continuar de pé e lutar por sua felicidade. Durante sua vida, sofreu muito com seu marido, e ao ficar viúva, também sofreu com seu filho Agostinho, mas não desanimou. Ela orou constantamente pela conversão de seu filho, que veio a se tornar cristão depois dos 30 anos de idade. Agostinho não só se converteu como virou para nós um exemplo de busca pela verdade, se tornou santo e doutor da Igreja (a Igreja celebra sua memória no dia 28 de agosto, após o dia de sua mãe).

Por isso, muitas mães que  hoje sofrem em suas famílias encontram em Santa Mônica um modelo de fidelidade ao projeto de Deus para suas famílias, sobretudo na oração de intercessão por seus filhos.

Neste vídeo, o Prof. Felipe Aquino explica um pouco mais sobre a vida desses dois grandes santos da nossa Igreja:

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.