Santa Maria (RS): Igreja manifesta solidariedade às vítimas do incêndio

Diante da tragédia ocorrida no Rio Grande de Sul, na cidade de Santa Maria, que ceifou a vida de pelo menos 232 pessoas, deixou 121 pessoas feridas, 80 em estado grave, a Igreja do Brasil todo manifesta solidariedade às vítimas e suas famílias.

Segundo o site da CNBB, Dom Orani Tempesta, em apoio a Dom Hélio Rupert, enviou-lhe uma mensagem relatando que os jovens do Rio Janeiro fizeram uma vigília na Catedral e rezaram por todos os falecidos, familiares e amigos das vítimas. E afirmou: “Nossos corações estão abalados com essa grande tragédia (…) que ceifou a vida de inúmeros jovens dessa cidade, em especial, dos estudantes da Universidade Federal de Santa Maria”.

Dom Odilo Scherer, também expressou seu pesar e solicitou ao clero de sua Arquidiocese para que celebrem missas em intenção das vítimas desta tragédia. Não deixou de frisar que: “a tristeza aumenta com a constatação de que a tragédia foi consequência de uma série de erros e omissões, certamente evitáveis, se tivessem sido observadas as normas de segurança prescritas”.

O Bispo auxiliar de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, deu uma palavra aos familiares dos jovens falecidos: “Somos atingidos por sentimentos de dor e tristeza. Dor pela vida de tantos jovens; tristeza pelas famílias e amigos destes jovens. Por quê? Resta-nos neste instante o silêncio respeitoso; e, sobretudo, a prece solidária”.

Também o Presidente de CNBB, Dom Raymundo Damasceno uniu-se à dor das vítimas. E Dom Hélio Rupert, que pede para que a esperança não se acabe: “Como Igreja de Santa Maria lastimamos este acidente e manifestamos a nossa solidariedade às famílias e a toda a sociedade. Não se perca a esperança: olhemos para Jesus Cristo, fonte da vida, o nosso Salvador. Oramos pelos falecidos e seus familiares e toda a sociedade que sofre esta tragédia”

http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/11239-igreja-manifesta-solidariedade-as-vitimas-da-tragedia-em-santa-maria-rs

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.