Saiba como participar das audiências e cerimônias com o Papa Francisco

2013-03-17T134328Z_1501692348_LR2E93H12452W_RTRMADP_3_POPEO site ACI publicou uma notícia nesta quarta-feira (28/08/13) informando como participar dos encontros semanais fixos dos peregrinos com o Papa em, que são dois: a oração do Ângelus que acontece aos Domingos na Praça de São Pedro e a audiência geral de toda quarta-feira.

Segundo a notícia, a Prefeitura da Casa Pontifícia é o organismo do Vaticano que se encarrega de regular os bilhetes de entrada e informou como fazer para consegui-los. São sempre gratuitos, mas é preciso solicitá-los.

ACI ainda deixa outras dicas como:

“Os Ângelus que acontecem todos os domingos e dias festivos se pode ir sem necessidade de bilhete. O Papa aparece da janela do apartamento pontifício e realiza uma breve catequese, reza o Ângelus e comenta questões de atualidade.

As audiências gerais das quartas-feiras começam às 10h30. Costumam ser na Praça de São Pedro, mas quando chove ou no inverno, celebram-se na sala Paulo VI.

Se for com um grupo se recomenda informar ao Vaticano a que paróquia, escola ou coletivo pertence para que se possa anunciar em público antes do início.

O Papa Francisco dedica muito tempo antes da audiência a percorrer a Praça de São Pedro cumprimentando os peregrinos, por isso é bom chegar ao lugar ao menos uma hora antes do início da Audiência.

Os peregrinos podem acompanhar o pedido de bilhetes de entrada com cartas de recomendação de seu pároco ou com alguma explicação dos serviços especiais que prestam à Igreja. O Papa, ao final da audiência, costuma cumprimentar pessoalmente alguns dos peregrinos que vão a Roma.
Também a Prefeitura da

Casa Pontifícia regula o acesso às cerimônias litúrgicas que o Papa celebra. É bom pedir as entradas com antecipação e confirmar depois as reservas. Há celebrações como o Natal e a Semana Santa nas que a basílica de São Pedro não pode receber a todos os peregrinos que vão para Roma nesses dias.

O Papa Francisco, desde o primeiro dia de seu pontificado, quis estar muito próximo dos peregrinos. É muito fácil estar perto do Papa, mas é preciso estar atentos: Ele passa antes de começar as audiências cumprimentando e abençoando a todos os presentes. Nas cerimônias, antes da Missa vai recolhido e em silêncio até o altar para celebrar a Missa, mas, quando a liturgia termina, sobe ao papamóvel ou passa pelos corredores da basílica para cumprimentar e abençoar a todos os peregrinos.

Para pedir os bilhetes de entrada é necessário escrever para: Prefeitura da Casa Pontifícia. 00120 -Cidade do Vaticano. Deverá indicar: data da audiência geral ou celebração litúrgica; quantidade de entradas solicitadas, nome/Grupo; endereço de correio, telefone e fax.

A Prefeitura enviará uma comunicação em resposta escrita, por fax ou correio normal (não eletrônico), somente a quem reside fora de Roma.

Os bilhetes são inteiramente gratuitos e deverão ser retirados no Serviço instituído para o efeito situado dentro do Portão de Bronze (colunata da direita, na Praça de S. Pedro) a partir das 15h00 à 19h00 no dia anterior ou mesmo na manhã da Audiência das 08h00 às 10h30; para as cerimônias litúrgicas, desde o dia anterior ou por comunicação prévia.

Para baixar o formulário de pedido pode fazê-lo aqui:

http://www.vatican.va/various/prefettura/po/biglietti_po.html

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25939

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.