Sacerdote incentiva a prática da pureza entre os jovens

Guaiaquil (Quarta-feira, 14-03-2012, Gaudium Press) Em uma entrevista ao canal televisivo CN Plus, o Padre Jurgen Daum pediu aos jovens que “mantenham a castidade e não tenham medo nem deixem-se pressionar” pela sociedade atual.

Segundo o sacerdote, mesmo em meio a uma sociedade erotizada, os jovens podem e desejam viver a pureza e a castidade.

Ao viver uma relação casta em seu convívio de casal, “o que (os jovens) ganham muitíssimo mais, é esse amor puro e verdadeiro, formoso, que desejam viver”, assinalou.

O presbítero explica que os jovens tem anseios desesperados de amarem e serem amados e é isso que os faz buscar um parceiro. Entretanto, muitas vezes esse amor é confundido com sexualidade, além disso, “todos os empurram em uma mesma direção, que é a das relações sexuais pré-matrimoniais”.

Padre Daum comentou também que “quando a mulher se entrega, acredita que está dando o melhor de si mesma ao seu namorado, acredita que com isso está construindo o amor. Mas a mentalidade do homem é distinta, e se a mulher não sabe cuidar do namorado e não sabe dizer não a ele, em vez de fazer o amor, está desfazendo o amor”.

Na opinião do sacerdote, os jovens devem entender “que vale a pena esperar e trabalhar por um amor puro. Primeiro devem entender o valor da pureza”. E explica “Há um amor puro e um que não é puro. Os jovens acreditam que não está mal ter relações ‘porque nós nos amamos’ e isto é uma grande mentira, porque entregar-se faz que esse amor que começa puro se polua, se degrade”.

“A prova do amor pelo contrário, é dizer ao outro: ‘eu vou cuidar de você, vou te respeitar, vou sacrificar meus hormônios, minhas paixões, meus desejos sexuais para esperar porque vale a pena”, afirma o padre Daum, que comparou a necessidade de viver a pureza com a importância dos freios em um veículo, “O ser humano é algo muito mais complexo que um automóvel, mas se não se usa os freios em certas situações vai haver destruição da própria pessoa, outros sairão feridos, e isto vai causar destruição, dano e dor aos demais”.

O sacerdote conclui convidando os jovens que já cairam na impureza que se confessem e vivam a castidade “porque a pureza é dada por Deus”. (EPC)

***
Com informações da ACI.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.