Rússia: Em 2012 houve uma diminuição de 300 mil abortos graças a programas de ajuda às mulheres

Aborto_Rusia_050813O site ACI/Europa Press informou nesta segunda-feira (05/08/13) que número de abortos praticados na Rússia em 2012 foi de 935 000, 300 000 a menos que em 2008, conforme informou a diretora do departamento materno-infantil do Ministério de Sanidade Russo, Elena Baibárina, citada pela agência de notícias RIA Novosti.

Elena Baibárina afirmou: “O número de abortos diminui”.

A notícia ainda recordou que “em 2008 se praticaram 1.236.000, em 2012 a cifra foi de 935.000”, ou seja, em 2008 foram praticados 73,1 abortos por cada 100 crianças nascidas vivas, o número reduziu até 49,7 em 2012.

“É um número muito elevado ainda e isto agrava o problema de esterilidade”, prosseguiu a diretora alegando que na Rússia se intensificou a luta contra o aborto e se ampliaram os programas de ajuda para as mulheres que se encontram em uma situação crítica.

“Estamos criando centros e despachos de ajuda psicológica e social” e “a maioria das mulheres que assistem, decidem finalmente não interromper a gravidez (abortar)”, precisou.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25826

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.