Romaria do Divino Pai Eterno bate recorde e reúne cerca de 3 milhões de fiéis

Segundo o site ACI Digital (02/07/2018), a Romaria do Divino Pai Eterno chegou ao fim no domingo, 1º de julho, em Trindade (GO) e bateu recorde de público neste ano, reunindo aproximadamente 3 milhões de fiéis durante os dez dias de festa.

A grande festa do Divino Pai Eterno é celebrada todos os anos no primeiro domingo de julho, sendo precedida por vários dias de Romaria. Neste ano, a festividade teve início em 22 de junho e, segundo a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, cerca de 3 milhões de romeiros passaram pela chamada Capital da Fé nestes últimos dias.

A Romaria do Divino Pai Eterno é o maior evento religioso da região Centro-Oeste, o segundo maior do Brasil e a maior festa do mundo dedicada ao Divino Pai Eterno.

Durante estes dez dias de Romaria, foram realizadas 121 missas, 45 novenas, 27 orações do terço e 11 procissões, além de centenas de batizados, confissões, alvoradas e vigílias.

Conforme ressalta o site do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, também aconteceram desfiles e encontros tradicionais, como os de foliões, carreiros e cavaleiros, que há anos representam as raízes regionais.

Segundo o reitor do Santuário, Pe. Ediniso Pereira, já no primeiro fim de semana de Romaria foi possível notar um aumento de romeiros. “É muito gratificante saber que, a cada ano, a nossa Romaria atinge números maiores. É a certeza de que estamos no caminho certo, conseguindo levar a Palavra de Deus e propagando nossa devoção para o Brasil e para o mundo”, disse ao site do Santuário Basílica.

No último domingo, a Missa de encerramento da festa foi celebrada no altar externo do Santuário, presidida pelo Arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz e concelebrada pelo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. Robson de Oliveira.

“Foi muito bom nos encontrarmos em família aqui em Trindade em mais uma Romaria, nesses dias de oração e intensa convivência. Somos todos irmãos, filhos do mesmo Pai”, expressou o Arcebispo em relação a festa deste ano que teve como tema “Pai Eterno, somos Teus filhos”.

“Haveremos de nos encontrar outra vez em 2019. Feliz retorno para todos os romeiros. Que o Pai Eterno nos proteja, abençoe os nossos caminhos”, despediu-se dos romeiros, desejando “que o encontro com o Pai Eterno tenha tocado os nossos corações para a conversão na fé”.

Por sua vez, o Superior Provincial, Pe. Robson de Oliveira ressaltou o trabalho realizado pelos mais de 2 mil colaboradores da Romaria. “Foi uma grande empreitada”, assinalou.

“Agradeço a todos de coração, àqueles que vieram de perto e de longe para participar de mais uma Festa por amor ao Pai Eterno. Ninguém vem aqui se não for para pedir ou agradecer por bênçãos que o Pai Eterno nos dá. Sigam todos em paz, com esperança e até o ano que vem”, afirmou.

Ainda na manhã de domingo, a Missa Solene das Autoridades da Romaria 2018 foi presidida pelo Arcebispo de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer, que falou sobre a paternidade divina, conforme indica o tema deste ano.

“Ser cristão é ser filho e filha de Deus e, poder reconhecê-lo como Pai. Vivamos todos como irmãos, filhos de um único Pai, daquele que está no céu. Vivamos com amor entre os nossos irmãos”, exortou os romeiros.

Fonte: https://www.acidigital.com/noticias/romaria-do-divino-pai-eterno-bate-recorde-e-reune-cerca-de-3-milhoes-de-fieis-25006

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.