Relíquia de João Paulo II ficará no Rio de Janeiro até outubro

945315_573956799291182_1829826663_nO site Canção Nova Notícias informou nesta terça-feira (07/07/13) que a Relíquia de João Paulo II que está no Rio de Janeiro desde o dia 7 de julho, irá continuar peregrinando pela Arquidiocese até outubro deste ano.

A notícia ainda evidencia a explicação do Presidente da Fundação João Paulo II, Marcello Bedeschi, que explicou que o relicário traz uma ampola com sangue do beato João Paulo II. Segundo ele, no ano passado, o Arcebispo de Cracóvia entregou este relicário para que fosse cuidado e levado às Jornadas Mundiais da Juventude. Sendo assim, o  Rio de Janeiro foi a primeira cidade a recebê-lo.

Marcello ainda explicou que,“Existe uma tradição no Vaticano de que quando um Santo Padre morre o caixão deve ser colocado no presbitério de São Pedro e sobre o caixão um Evangelho. Quando o Papa João Paulo II morreu houve uma grande ventania que passou as páginas do Evangelho e ele se fechou, criando um momento significativo e quase profético, e o artista ao qual foi pedido que fizesse o relicário se inspirou neste momento em que as páginas do Evangelho eram passadas e dentro dele colocou uma pequena ampola que contêm o sangue do Beato João Paulo II, retirado um dia antes de sua morte. Este sangue é o mesmo que conservamos em São Pedro, no Vaticano, e o relicário veio para a Jornada Mundial da Juventude Rio2013, mas ficará aqui no Rio de Janeiro aos cuidados de Dom Orani por três meses”.

Confira a programação das relíquias:

De 15 à 18 de agosto: Paróquia Divino Espírito Santo:
Rua Felipe Camarão, 12, Maracanã

De 24 à 27 de agosto: Paróquia Nossa Senhora da Guia
Rua Lins de Vasconcelos, 699, Lins

De 28 a 30 de agosto: Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Rua Adriano, 158, Méier

Fonte: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=289640

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.