Rebeldes assassinam 17 refugiados no complexo de uma catedral católica na República Centro-Africana

CrucifijoRepublicaCentroafricana_DominioPublicoO site ACI/EWTN Noticias informou nesta quinta (10/07/14) que pelo menos 17 refugiados morreram dentro do complexo da Catedral Saint-Joseph de Bambari: aconteceu no ataque perpetrado pelos rebeldes Seleka.

Assim o informaram fontes da agência Fides da Igreja na República Centro-Africana, que por razões de segurança pediram o anonimato.

Os rebeldes teriam depredado os desalojados e saqueado o complexo da Catedral, que compreende o Episcópio e uma escola, mas ainda não se sabe se o local de culto também foi profanado.

Em Bambari os ex-rebeldes Seleka se confrontam com as milícias anti-Balaka. Apesar da presença de tropas francesas na cidade, pelo menos 12.000 pessoas procuraram refúgio no complexo da Catedral para escapar da violência.

“O que está acontecendo em Bambari demonstra a tendência em ato no país, que corre o risco de se dividir, e esta é a preocupação de todos” dizem as fontes ao Fides.

“Por outro lado, também na capital, Bangui, onde a situação está aparentemente calma, existe o temor de uma repentina faísca de violência”, concluem.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/rebeldes-assassinam-17-refugiados-no-complexo-de-uma-catedral-catolica-na-republica-centro-africana-42194/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.