Qual o sentido dos milagres?

shutterstock1514305521A propósito, convém começar por esclarecer o que é milagre no sentido teológico da palavra. Milagre não é um show da Onipotência Divina, feito para extasiar os homens. Todo milagre é, antes, um sinal (Semeion) como diz São João (ver Jo 2,11.23; 6,26, 11,15.42). É sinal de uma intervenção divina em resposta a uma situação difícil ou perplexa por que passam os homens.

O milagre é, pois, uma palavra ou um discurso de Deus, que quer responder aos homens de maneira mais eloquente e sensível ou persuasiva. Eis porque se requer o preenchimento de três condições para se poder falar de milagre:

1) Tratar-se de um fato histórico, real, devidamente atestado, muitas das “histórias” de milagres não são senão narrações fantasiosas, cuja origem nada há de realmente extraordinário;

Leia também: O que é Milagre?

Milagre é possível? EB (Parte 1)

Milagre é possível? EB (Parte 2)

Os milagres de Cristo são reais ou apenas simbólicos?

2) Ser um fato real totalmente inexplicável pela ciência. Isto implica que o fato seja submetido ao exame de médicos e cientistas de qualquer corrente religiosa; caso julguem que o fato pode ser explicado, de algum modo, pela ciência, já não se pode mais falar de milagre;

3) O fato real e inexplicável pela ciência deve ter ocorrido num contexto digno de Deus, sem a procura de lucro comercial, sem charlatanismo, vã glória, etc.

Ouça também: Grandes milagres da nossa Igreja

Caso se preencham essas três condições – e somente então – pode-se apregoar um milagre propriamente dito.

Tais fatos ocorrem – e ocorrem com relativa frequência – na Igreja Católica em nossos dias. Basta tomar conhecimento dos processos realizados para a Beatificação ou Canonização de um(a) servo(a) de Deus para concluir que, de fato, existem curas e acontecimentos semelhantes, que a ciência não explica; só podem ter acontecido como resposta de Deus à oração dos seus fiéis, a fim de atestar ou comprovar a heroicidade de virtudes do(a) servo(a) de Deus. Em Lourdes, também ocorrem milagres notáveis, criteriosamente reconhecidos por médico (religiosos ou ateus).

Fonte: Católicos perguntam, D. Estevão Bettencourt, osb

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.