Qual a vontade de Deus para os filhos?

ter-ou-nao-ter-filhos3Os filhos que desejam fazer vontade de Deus devem ser obedientes aos pais e serem serviçais, ajudando-os a resolver os problemas da família. O jovem cristão não pode ser “um problema a mais” para a família, e sim solução para esses problemas.

O bom filho ama e honra seus pais. O livro do Eclesiástico tem um ensinamento profundo para os filhos. Aqueles que desejam fazer a vontade de Deus devem observá-los atentamente. Você que é jovem, medite profundamente nesses ensinamentos sagrados e responda a você mesmo se está fazendo a vontade de Deus com os seus pais.

“Ouvi, meus filhos, os conselhos de vosso pai, segui-os de tal modo que sejais salvos.familiasantuariodavida

“Quem honra sua mãe é semelhante àquele que acumula um tesouro.

“Quem honra seu pai achará alegria em seus filhos, será ouvido no dia da oração.

“Quem honra seu pai gozará de vida longa; quem lhe obedece dará consolo à sua mãe.

“Quem teme ao Senhor honra pai e mãe. Servirá aqueles que lhe deram a vida como a seus senhores.

Leia também: Os Pais e os Filhos

Devemos ter filhos neste mundo cruel?

Como evangelizar os meus filhos?

Tenha sempre tempo para os seus filhos

Filhos tornam o casamento mais feliz

“Honra teu pai por teus atos, tuas palavras, tua paciência,  a fim de que ele te dê sua bênção, e que esta permaneça em ti até o teu último dia.

“A bênção paterna fortalece a casa de seus filhos, a maldição de uma mãe a arrasa até os alicerces.

“Não te glories do que desonra teu pai, pois a vergonha dele não poderia ser glória para ti, pois um homem adquire glória com a honra de seu pai, e um pai sem honra é a vergonha do filho.

“Meu filho, ajuda a velhice de teu pai, não o desgostes durante a sua vida.

Assista também: Quantos filhos deve ter um casal cristão?

Um conselho de Deus para educar os filhos – Eclo 30,1-13

“Se seu espírito desfalecer, sê indulgente, não o desprezes porque te sentes forte, pois tua caridade para com teu pai não será esquecida,  e, por teres suportado os defeitos de tua mãe, ser-te-á dada uma recompensa; tua casa tornar-se-á próspera na justiça. Lembrar-se-ão de ti no dia da aflição, e teus pecados dissolver-se-ão como o gelo ao sol forte.

“Como é infame aquele que abandona seu pai, como é amaldiçoado por Deus aquele que irrita sua mãe!” (Eclo 30). Neste cap. 30 do livro do Eclesiástico, contei oito grandes bênçãos que Deus promete ao bom filho. Isto mostra como Deus ama os pais e lhes deu uma missão tão importante.

Ouça também: Filhos x Vida longa

“Honra teu pai de todo o coração e não esqueças as dores de tua mãe. Lembra-te que fostes gerado por eles. O que lhes darás pelo que te deram?  (Eclo 7,27-28).

“Um filho sábio escuta a disciplina do pai e o zombador não escuta a reprimenda” (Pr 13,1).

O nosso Catecismo resume tudo dizendo que:educarpelaconquista

“Um filho abençoado pelos pais é um filho abençoado pelo próprio Deus, porque “a paternidade humana tem a sua fonte na paternidade divina” (§ 2214).

Infelizmente os filhos já não pedem a bênção para os seus pais hoje, porque não lhes foi ensinado a importância dessa benção. É preciso resgatar esse costume santo, que torna a vida dos filhos abençoada.

Muitos filhos se perdem nas drogas, na violência, num mal casamento, porque não quiseram ouvir seus pais.

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.