Protomártires do Brasil serão canonizados em 15 de outubro

Segundo o ACI (20/04/2017), os Protomártires do Brasil serão canonizados no próximo dia 15 de outubro, na Basílica de São Pedro, como confirmou o Papa Francisco no Consistório Ordinário Público realizado hoje no Vaticano.

No último dia 23 de março, o Santo Padre já havia aprovado os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação para a Causa dos Santos sobre a canonização dos beatos André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, sacerdotes, o leigo Mateus Moreira e mais 27 companheiros leigos.

Conhecidos também como Mártires de Cunhaú e Uruaçu, eles foram beatificados pelo Papa São João Paulo II em 5 de março de 2000, no Vaticano. Foi este mesmo Pontífice que, em 13 de outubro de 1991,os chamou de protomártires durante a Missa de encerramento do XII Congresso Eucarístico, ocorrido em Natal.

Foram mortos pela perseguição de holandeses calvinistas durante o período em que estes ocuparam territórios do nordeste do país, entre 1630 e 1654. Nesta época, os invasores quiseram obrigar os católicos a se converterem ao calvinismo e proibiram a celebração da Santa Missa.

Então, em 16 de julho de 1645, o Pe. André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por 200 soldados holandeses e índios potiguares. Eles participavam da Missa na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, município de Canguaretama (RN).

Três meses depois, em 3 de outubro de 1645, houve o massacre em Uruaçu, onde foram mortos Padre Ambrósio Francisco Ferro e o leigo Mateus Moreira, o qual, segundo relatos, teve o coração arrancado pelas costas, mas, antes de morrer pôde gritar em alta voz: “Louvado seja o Santíssimo Sacramento!”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/protomartires-do-brasil-serao-canonizados-em-15-de-outubro-10986/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.