Protegidos os direitos dos nascituros na Itália

A agência de Notícias ZENIT, informou nesta terça-feira 29,que em novembro do ano passado a Corte Europeia se decidiu pela vida,  assinalando que a vida começa na concepção.
Após um pronunciamento da Corte Constitucional sobre a legalidade da fecundação heteróloga, dia 22 de maio,  chegou-se a conclusão de que a Lei 40/2004 não violou a Constituição Europeia, e que o impedimento por lei da fertilização in Vitro heteróloga, também não é uma violação da Convenção Europeia dos Direitos Humanos.
Portanto, permanece em vigor a lei 40/2004 e com elas ficam proibidas a clonagem humana e a fecundação heteróloga, bem como a experimentação com embriões humanos e quaisquer formas de seleção eugênica de embriões.

Leia a notícia na íntegra: http://www.zenit.org/article-30441?l=portuguese

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.