Presença do Papa no twitter é fonte de incentivo para os católicos estarem mais presentes no ambiente digital

Nesta quarta-feira, 12 de dezembro de 2012, durante a audiência geral em Roma, o Papa enviou o seu primeiro “tweet”, demonstrando sua alegria de estar em comunhão com os católicos também através das redes sociais, como o twitter, e abençoando a todos:

“Queridos amigos, é com alegria que entro em contacto convosco via twitter. Obrigado pela resposta generosa. De coração vos abençoo a todos”.

Ao ser indagado sobre o que achava da presença de Papa Bento XVI no twitter, padre Antônio Spadaro, diretor da revista “La Civiltà Cattolica”, respondeu:  “Eu entendo esta presença como uma presença normal: hoje é claro que a comunicação não coincide com a simples transmissão de uma mensagem, mas com a partilha desta em redes sociais. E no Magistério de Bento XVI sobre a comunicação este elemento é um elemento chave que deve ser lido muito bem. A Igreja sabe que hoje as mensagens de sentido passam através das redes sociais, que são verdadeiros lugares de sentido, onde as pessoas partilham suas vidas, desejos, impressões, perguntas e respostas. Assim, a presença o Papa no Twitter é uma presença que eu vejo como uma continuidade com a presença do Papa em instrumentos como a rádio, como a decisão de Papa Pio XI de transmitir a mensagem do Evangelho através da Rádio Vaticano. Eu diria que a Igreja sempre foi muito atenta em relação à comunicação, porque o Evangelho deve ser encarnado no tecido comunicativo da história”.

Para o padre Spadaro, o Papa estar presente no Twitter incentiva os católicos também estarem presentes no ambiente digital, pois é um elemento de reflexão fundamental.

Fonte: http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/internacional/11000-papa-no-twitter-incentiva-catolicos-a-estarem-presentes-no-ambiente-digital

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.