Pratica a Igreja ainda hoje o exorcismo?

exorcista1Em cada celebração batismal é realizado o chamado “pequeno – Exorcismo”, uma oração em que o batizando é liberado do mal e fortalecido contra as forças que Jesus venceu. O grande exorcismo é uma oração da plenipotência de Jesus, através da qual um cristão batizado é retirado, na força de Jesus, da influência e da violência do mal; só raramente, e após um exame rigoroso é utilizado na Igreja. [1673]

Leia também: O que é o Exorcismo?

O que diz o catecismo da Igreja sobre Exorcismo?

Por que Deus permite uma possessão demoníaca? Exorcista espanhol responde

Como defender-se do demônio

O que é apresentado como “Exorcismo” nos filmes de Hollywood não corresponde geralmente à Verdade de Jesus e da Igreja. Jesus expulsou demônios, pois tinha poder sobre as forças e dos poderes maus, e podia libertar as pessoas deles; Ele deu aos Apóstolos <<poder de expulsar espíritos impuros e de curar todas as doenças e sofrimentos>> (Mt 10,1). Isto é o que faz a Igreja, quando hoje em dia um – Sacerdote encarregado diz sobre uma pessoa a oração de exorcismo; antes, porém, deve excluir-se que se trata de um fenômeno psíquico (este assunto pertence à especialidade do psiquiatra). No exorcismo está em questão a defesa contra a tentação e a opressão, e a libertação do poder do mal.

Assista também: Existe de fato a possessão diabólica?

FONTE: Youcat

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.