Porta-voz vaticano denuncia intolerância contra cristãos na Europa

Documentada
por um estudo publicado recentemente

CIDADE DO
VATICANO, segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – A Santa Sé
está preocupada com o novo fenômeno de intolerância e discriminação contra os
cristãos na Europa, disse o porta-voz vaticano.

O Pe.
Federico Lombardi, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, comentou, na
recente edição de Octava Dies, semanário Centro Televisivo Vaticano, o
relatório do “Observatório sobre a intolerância e a discriminação contra
os cristãos na Europa”, relativo aos últimos cinco anos, publicado em 10
de dezembro, em Viena:
(cf. http://www.intoleranceagainstchristians.eu).

“A
importância do novo relatório consiste precisamente em destacar uma série ampla
e detalhada de exemplos de intolerância contra os cristãos na Europa: atos de
vandalismo, de ódio contra igrejas e símbolos religiosos, de ódio e ofensas
contra as pessoas”, afirmou o sacerdote jesuíta.

“É um
alicerce sobre o qual se pode avaliar a extensão e a natureza do
fenômeno”, continuou.

“Uma
importante oportunidade de reflexão e de compromisso, não só para quem está
ativamente engajado na defesa do cristianismo e dos seus valores, mas para
todas as pessoas honestas, que realmente querem preservar os valores da
tolerância, da liberdade de expressão e de religião.”

Citando o
histórico discurso de Bento XVI no Westminster Hall, em Londres, o porta-voz
salientou que “a religião não é um problema a ser resolvido, mas um fator
que contribui de maneira vital para o debate público”.

“Os
britânicos o ouviram com atenção e respeito. Nosso desejo seria que os outros
também fizessem isso”, disse o Pe. Lombardi.

Neste
sentido, destacou que, na cúpula da Organização para a Segurança e Cooperação
na Europa (OSCE), realizada em Astana há poucos dias, o secretário de Estado,
cardeal Tarcisio Bertone, afirmou com decisão que “a comunidade
internacional deve combater a intolerância e a discriminação contra os cristãos
com a mesma determinação com que o faz contra a luta e o ódio com relação a
outras comunidades religiosas”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.