Por que a verdade nos liberta?

LiberdadeO homem é aquele que procura a verdade. A verdade religiosa, a verdade científica e também a verdade moral. Existe sempre a verdade. Mas é preciso muito cuidado com uma coisa: a meia verdade é pior do que uma mentira, pois a metade da verdade é quase sempre uma grande mentira. Os tiranos e os imorais usam muito este método para enganar as pessoas e as massas. Se você disser a alguém: “é proibido comer comida estragada”, está correto; mas se você disser apenas “é proibido comer comida”, a pessoa morre de fome. Entendeu o perigo da meia verdade? Outro exemplo: A Bíblia diz que “não podemos fazer imagens de ídolos”, e não que “não podemos fazer imagens”.

O Papa Bento XVI denunciou com todas as letras a “ditadura do relativismo”, que nega a verdade objetiva e ensina que cada um faz a “sua” verdade, a sua moral, etc. E quer impor isso a todos, não pela violência das armas, mas, pior ainda, pela “violência” da cultura. A ciência e a tecnologia só avançam porque são lastreadas religiosamente na verdade estabelecida por Deus na natureza. Fora disso é falsidade.

Se você viver fora da verdade, viverá sem saber o que é a verdadeira liberdade e realidade; pois a liberdade enlouquece fora da verdade, se torna libertinagem e loucura. Muitos mentem loucamente, e são ainda mais loucos na defesa de sua mentira. Quem mente, precisa de outras mentiras para encobrir as mentiras anteriores; por outro lado, as verdades podem ser nuas, não precisam ser vestidas com roupas falsas. Se você fala a verdade, não precisa mais lembrar o que falou; já o mentiroso estará sempre preocupado com o que disse. O mentiroso de certa forma é um fraco que tem medo de confessar a verdade.cpa_sede_santos

O silêncio muitas vezes está mais perto da verdade do que as palavras. E quem escuta a verdade tem o mesmo mérito que aquele que a anuncia. Não podemos nos submeter a nada e a ninguém que não esteja em sintonia com a verdade. Ghandi dizia que o único tirano que ele aceitava nesse mundo era a “voz baixinha” que falava dentro dele, a voz da consciência. Jesus disse a Pilatos que veio a este mundo “para dar testemunho da Verdade”.

Ele disse aos Apóstolos na Santa Ceia “Eu Sou a Verdade”. “A Verdade vos libertará”. O mundo está dividido em duas partes, os homens que seguem o “Espirito da Verdade” (João 16,12-13) e os que seguem o “espírito da mentira” que “quando mente fala daquilo que lhe é próprio”, como disse Jesus (Jo 8,44). Portanto, viva na Verdade, fale só a verdade, rejeite toda a mentira e não se deixe enganar pelos que querem negar a Verdade divina.

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.