Pesquisa mostra que os norte-americanos a favor do aborto são cada vez menos

Washington DC, 24 de maio de 2012 (ACIDIGITAL) – Uma pesquisa revelou esta semana que a porcentagem de americanos que se identificam como “pro-choice” (pró-eleição ou a favor do aborto) chegou a seu nível mais baixo.

A pesquisa da prestigiosa firma Gallup assinala que 41 por cento dos americanos se identificam com esta postura, com um queda de 6 por cento (47) com respeito a outra pesquisa de julho de 2011. Em 2006, 51 por cento da população se declarava a favor do aborto.

A pesquisa assinala ainda que “a Gallup começou a perguntar aos americanos se estes se definiam como pro-choice ou pró-vida, com respeito ao aborto, desde ano 1995. Desde então a identificação mudou e as diferenças foram reduzidas”.

Em questões de moral, 51 por cento de americanos consideram que abortar está mal, enquanto que o 38% deles afirma que é moralmente aceitável. Esta perspectiva virtualmente não variou desde maio de 2011.

Quanto à legalidade, 72 por cento de americanos afirma que o aborto deve ser legal, enquanto que 52% considera que deve sê-lo sob certas circunstâncias, enquanto que 20 por cento manifesta uma posição mais extrema ao considerar que deve ser legal sob qualquer circunstância.

25 por cento de americanos considera, por sua parte, que o aborto deve ser ilegal sob qualquer circunstância.
A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 6 de maio com uma mostra de 1.024 adultos e uma margem de erro de + ou – 4 por cento.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.