Pesquisa britânica constata risco maior de distúrbio emocional em mulheres que sofreram aborto

Londres (Terça-feira, 06-09-2011, Gaudium Press) A luta da Igreja Católica contra as práticas abortivas e a favor da vida do nascituro ganhou no início do mês de setembro um aliado de peso: um artigo realizado pela revista científica inglesa British Journal of Psychiatry, que faz um levantamento dos danos causados à saúde mental das mulheres que sofrem aborto. O artigo, intitulado “Aborto e Saúde Mental”, tomou como base mais de 877 mil participantes, das quais mais de 163 mil haviam passado pelas experiência abortiva.

A pesquisa se desenvolveu da seguinte forma: as participantes foram divididas em dois grupos: um com mulheres que já haviam abortado e outro com mulheres que tinham tido uma gravidez desejada completa e uma gravidez indesejada completa. Comparando ambos os grupos, os pesquisadores constataram que as mulheres do primeiro grupo têm 81% a mais de chance de desenvolver distúrbios emocionais e que o risco aumenta quando quem sofre o aborto tem tendências suicidas ou faz uso de substâncias químicas.

Sobre os resultados mostrados no levantamento, a responsável pela pesquisa publicada na revista inglesa, a docente de Desenvolvimento Humano e da Família, da Bowling Green State University de Ohio, Estados Unidos, a Doutora Priscilla Coleman, afirmou que os riscos associados ao aborto “devem ser compartilhados com a opinião pública e levados ao conhecimento das mulheres antes que se submetam a tal procedimento”.

Com informações da Rádio Vaticano.

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.