Peritos brasileiros rechaçaram campanha de frases ateístas nos ônibus às vésperas do Natal

SÃO PAULO,
16 Dez. 10 / 02:58 pm (ACI).- Peritos brasileiros advertiram recentemente que a
“campanha dos ônibus ateus” seria desmoralizante para a fé e contrária à
constituição, além de assinalar que não existe descriminação aos ateus no
Brasil. A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) pretendeu lançar a
iniciativa, na qual se colocaria nos veículos públicos frases como: “A fé
não dá respostas. Só impede perguntas” ou “Somos todos ateus com os
deuses dos outros”, além de imagens ofensivas
à fé em Deus. A
iniciativa era parte da campanha “Diga não ao preconceito contra
ateus”. A propaganda não chegou a ser realizada porque as empresas de
mídia acabaram desistindo alegando impedimentos da legislação.   

Segundo a informação fornecida pelo portal Canção Nova Notícias, as peças
publicitárias contêm insinuações polêmicas e preconceituosas que são
inconstitucionais, de acordo com o renomado jurista Ives Gandra Martins. Segundo
ele, o inciso 4º do artigo 3º da Constituição – que proíbe qualquer tipo de
discriminação – seria ferido por essa iniciativa que teria lugar nas cidades de
Salvador, Porto Alegre e São Paulo.

“Não pode ser permitida e, se for, deve ser retirada, pois é inconstitucional.
Além do mais, não busca fazer qualquer tipo de defesa do ateísmo ou
agnosticismo, mas agredir abertamente os valores religiosos, desmoralizando e
descaracterizando a fé como caminho de valores”, afirma Granda.

De acordo com a Atea, a campanha seria “mais um passo dado pela entidade
para o reconhecimento dos descrentes na sociedade como cidadãos plenos e
dignos”, conforme indica em seu website.

Segundo o Prof. Felipe Aquino, apresentador e blogger da Canção Nova, “a
mensagem da campanha que traz Hitler como crente e Charles Chapin como ateu, e
dizendo que “religião não imprime caráter”, não é verdadeira. A fé católica
imprime caráter. Hitler estava a anos luz de distância de ser cristão como
querem alguns. O nazismo matou cerca de 2000 padres. O ditador nazista queria
assassinar o papa Pio XII. Portanto, usar Hitler como exemplo de “crente” não é
coerente. Por outro lado Stalin, Lenin, e outros comunistas russos ateus
condenaram cerca de cem milhões à morte. A fé católica imprime caráter, seriedade,
honradez, honestidade, pureza e santidade, mesmo que nem todos os católicos
dêem prova disso”.

“Por isso, e por outras coisas, nos parece vazia a argumentação da campanha.
Além do mais, Deus não é um mito, e nem um “delírio” como quer o Dr. Richard
Dawkins. O Natal
não é um mito. Deus é uma realidade. Sem Ele não existiria o universo e cada um
de nós. O ateísmo jamais poderá explicar isso. O senhor “Acaso” não existe.
Tudo o que existe fora do nada é parte de um plano”, sustentou o Prof. Aquino.

Para o Arcebispo de São Paulo (SP), Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer – cidade
originalmente incluída no projeto -, é sempre necessário ressaltar o respeito
pelo outro, sem agressões.
“Não existe situação de discriminação e perseguição contra esse grupo na
sociedade. Parece-me que se está buscando criar um problema que objetivamente
não existe, importando idéias de outros lugares”, disse o cardeal em
declaração reunidas pelo Canção Nova Notícias.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.