Pax Christi contra a «violência» dos mercados

Movimento católico centra reflexões de preparação para o Natal deste ano na temática da paz social, económica e ambiental

O movimento católico ‘Pax Christi Portugal’ apelou ao fim da “violência” nos mercados, em especial aquela que favorece a “pobreza generalizada” e a “desigualdade entre classes e nações”.
A posição é apresentada num conjunto de reflexões centradas na temática da Paz, agora lançado, destinado a famílias, grupos ou paróquias, para o tempo litúrgico do Advento, que começa no próximo domingo.

O Advento, que este ano começa a 27 de novembro, assinala o início de um novo ano litúrgico para os católicos, compreendendo os quatro domingos anteriores ao Natal. Os textos da ‘Pax Christi’, inspiraram-se nos “exemplos vindos do mundo árabe”, onde países como a Tunísia e a Líbia estão a passar por uma profunda mudança política e social, tendo em vista a construção de uma sociedade mais justa e pacífica.
O tema deste ano vai também ao encontro da Convocatória Ecuménica Internacional pela Paz, organizada pelo Conselho Mundial das Igrejas, que teve lugar em maio último, na Jamaica.

Cerca de mil participantes, vindos de mais de 100 países, uniram esforços na procura de soluções para pôr termo aos conflitos no mundo e caminhar para uma “paz justa”.
A mensagem final da iniciativa sustenta que a natureza dinâmica da paz, como dom e vocação, não nega a existência de tensões, que são parte integrante das relações humanas, mas pode mitigar a sua força destrutiva trazendo justiça e reconciliação”.
Fundada em França no ano de 1945, a ‘Pax Christi é um movimento católico internacional que tem como objetivo encorajar a reconciliação e a paz no seio das nações afetadas pela II Guerra Mundial.
Assume-se ainda como um organismo consultivo das Nações Unidas, da UNESCO e do Conselho da Europa.

Fonte:
http://www.radiovaticana.org/por/Articolo.asp?c=540910

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.