Para o novo Prefeito da Congregação para a Doutrina da fé os Lefebvristas devem aceitar o Vaticano II

O grupo ACI/EWTN Noticias divulgou no dia 25 de julho de 2012 uma notícia informando que o novo Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé no Vaticano, Arcebispo Gerard Muller, assinalou que os membros da Fraternidade Sacerdotal São Pio X (os lefebvristas) devem aceitar os ensinos do Concílio Vaticano II.

Segunda a notícia, dia 19 de julho, os lefebvristas divulgaram um comunicado ao finalizar seu capítulo geral no qual rechaçavam “todas as inovações do Concílio Vaticano II que permanecem manchadas de enganos” e “as reformas que dele saíram”.

Dom Muller assinalou ainda que “isto simplesmente não é possível. Ninguém pode dizer-se católico e tomar tal posição. Esta foi precisamente a posição tomada por Lutero em 1519 quem disse que ‘inclusive os concílios podem equivocar-se'”.

“Algo dogmático nunca pode ser negociado”, acrescentou e expressou sua esperança de que os lefebvristas “possam superar suas dificuldades, suas  restrições ideológicas para que possamos trabalhar juntos para proclamar Cristo como a Luz do Mundo”.

O Arcebispo Muller também  afirmou numa entrevista concedida ao Grupo ACI no último dia 20: “nossa meta e nossa tarefa é clara: promover a unidade dos discípulos de Cristo na única Igreja sob a liderança do Jesus Cristo e em comunhão com seu vigário, o sucessor de São Pedro”.

Por fim o novo prefeito confirmou seu compromisso por trabalhar pela reconciliação de todos os cristãos separados.

Leia a notícia na íntegra: Lefebvristas devem aceitar o Vaticano II, diz novo Prefeito da Congregação para a Doutrina  da fé

Fonte: ACIDIGITAL

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.