Papa incentiva casais a ser referência para filhos

Em sua mensagem aos participantes do Dia Mariano da Família

TORRECIUDAD, segunda-feira, 19 de setembro de 2011 (ZENIT.org) – Bento XVI incentivou os esposos a “não desanimar em seu empenho de ser referência para os seus filhos, que precisam descobrir, na constância e no senso do dever, o rosto do verdadeiro amor”.

Ele o fez por meio de uma mensagem enviada aos cerca de 16 mil participantes do 22º Dia Mariano da Família, realizado no último sábado, no santuário de Torreciudad, na província espanhola de Huesca.

O Papa também exortou as famílias a serem, “na sociedade atual, sinal de esperança”, segundo um comunicado do santuário mariano, cujo trabalho pastoral é confiado ao Opus Dei.

O arcebispo de Madri e presidente da Conferência Episcopal Espanhola, cardeal Antonio María Rouco Varela, presidiu o evento.

Em sua homilia, afirmou que “a vida é uma história belíssima e ao mesmo tempo dramática, na qual é preciso ensinar os filhos a lutar, a superar-se, a caminhar vencendo as insídias do mal”.

“E a vitória consiste na santidade, a verdadeira vocação do homem”, acrescentou. Para esta tarefa, o cardeal incentivou a “confiar em Nossa Senhora, nesse amor terno e maternal de Maria, que nunca nos abandona, ela que é Mãe da Graça e da Misericórdia”.

O arcebispo de Madri destacou às famílias, provenientes de vários pontos da Espanha, que “Deus está com o homem de uma forma extraordinariamente próxima, íntima, plena, para que o ser humano possa fazer do caminho da sua vida um caminho de salvação e de glória”.

E recordou que, “para descobrir essa proximidade, é necessário dar um primeiro passo de fé, crer em Jesus Cristo ‘firmes na fé’, como dizia Bento XVI aos jovens há alguns dias”.

Entre as famílias peregrinas, um grupo de Burgos levou uma imagem de Santa Maria a Maior, padroeira da sua cidade, para deixá-la na galeria de advocações marianas do santuário de Torreciudad, que contém quase 300 imagens de Nossa Senhora, de muitas partes do mundo.

A atividade começou ao meio-dia do sábado, com a leitura da Oração das Famílias, realizada por um grupo de crianças vestidas de guardas suíços – as mesmas que receberam o Papa na recente Jornada Mundial da Juventude.

A seguir, diversos participantes fizeram uma oferenda a Maria, de produtos típicos de diversas regiões da Espanha, ornamentos litúrgicos, flores e objetos artesanais elaborados por crianças que vão fazer a Primeira Comunhão este ano.

Após várias atividades lúdicas e musicais, o dia terminou com o tradicional oferecimento de crianças à Virgem Maria, a oração do terço pela esplanada, acompanhando a imagem peregrina de Nossa Senhora de Torreciudad, e a bênção com o Santíssimo.

Mais de 200 voluntários participaram da organização do encontro e dezenas de sacerdotes confessaram ao longo do dia, em diversas áreas do recinto do santuário.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.