Papa Francisco na Terra Santa: Os Lugares Santos não são museus, mas espaços para viver a fé

MonteTaborBasilicaDeLaTransfiguracion_Foto_Martha_CalderonO site ACI/EWTN Noticias publicou nesta segunda-feira (26/05/14), as palavras do Santo Padre no discurso que dirigiu ao presidente de Israel, Shimon Peres, no qual resgatou a importância espiritual da Terra Santa, ao afirmar que os Lugares Santos que há nela não são museus para o turismo, mas espaços que devem ser cuidados porque neles os crentes vivem a sua fé.

“Os Lugares Santos não são museus nem monumentos para turistas, mas lugares onde as comunidades dos crentes vivem a sua fé, a sua cultura, as suas iniciativas de caridade. Por isso, devem ser salvaguardados perpetuamente na sua sacralidade, protegendo assim não só o legado do passado, mas também as pessoas que os frequentam hoje e hão de frequentá-los no futuro”, expressou o Papa ao início de seu discurso.

Francisco, que também abordou o problema da violência no Oriente Médio entre judeus e muçulmanos, advogou para que “Jerusalém seja verdadeiramente a Cidade da paz!”.

“Que resplandeçam plenamente a sua identidade e o seu caráter sagrado, o seu valor religioso e cultural universal, como tesouro para toda a humanidade! Como é belo quando os peregrinos e os residentes podem acessar livremente aos Lugares Santos e participar nas celebrações!”, manifestou o Pontífice em um discurso onde também destacou o papel das comunidades católicas e a importância do respeito à liberdade religiosa de todas as confissões, incluindo as minorias.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-na-terra-santa-os-lugares-santos-nao-sao-museus-mas-espacos-para-viver-a-fe-44185/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.