Papa Francisco: A doutrina sobre os anjos da guarda não é uma fantasia, mas sim uma realidade

AngelDeLaGuarda_DominioPublicoNa última quinta-feira (02/10/14) o site ACI/EWTN Noticias publicou as palavras do Papa Francisco em sua homilia na casa Santa Marta, na qual ressaltou que os anjos da guarda existem, não são uma doutrina fantasiosa, mas companheiros que Deus colocou ao lado do homem no caminho da vida.

Conforme assinala a Rádio Vaticano, o Pontífice destacou que as leituras do dia apresentam duas imagens: o anjo e o menino. E disse que Deus colocou um anjo ao nosso lado para nos proteger. Por isso afirmou que “se alguém aqui acredita que pode caminhar sozinho, engana-se muito, cai no erro da soberba, acredita ser grande e autossuficiente”.

Jesus, explicou o Papa, ensinou os apóstolos a serem como crianças. “Os discípulos discutiam para ver quem era o maior entre eles: havia uma disputa interna… o desejo de fazer carreira, né! Estes que são os primeiros bispostinham essa tentação de fazer carreira. ‘Eu quero chegar a ser maior que você…’”.

O que os primeiros bispos faziam não é um bom exemplo, mas é a realidade. E Jesus lhes ensina a verdadeira atitude, a das crianças: “a docilidade, a necessidade do conselho, a necessidade da ajuda, porque a criança é, precisamente, o sinal da necessidade de ajuda, de docilidade para ir para frente… Este é o caminho. Não quem é maior”.

Os que se aproximam da atitude de uma criança estão “mais perto da contemplação do Pai”, disse o Papa Francisco, porque escutam com o coração aberto e dócil ao anjo da guarda.

“Todos nós, segundo a tradição da Igreja, temos um anjo conosco, que nos guarda, nos faz ouvir as coisas. Quantas vezes ouvimos ‘Deveria fazer isso, assim não, tenho que ficar atento…’ Muitas vezes! É a voz do nosso companheiro de viagem. Temos que nos assegurar que ele nos levará até o fim de nossa vida com seus conselhos, temos que dar ouvidos à sua voz, não nos rebelar, pois a rebelião, o desejo de ser independente, todos nós temos isso: é a soberba, a que teve nosso pai Adão no Paraíso terrestre: a mesma. Não se rebele: siga os seus conselhos”.

“Ninguém caminha sozinho e nenhum de nós pode pensar que está só” porque temos sempre “este companheiro”, disse o Papa.

“E quando nós não queremos ouvir seus conselhos, dizemos ‘vai embora’! Expulsar o companheiro de caminho é perigoso, porque nenhum homem ou mulher pode aconselhar a si mesmo. Eu posso aconselhar aos outros, mas não posso aconselhar a mim mesmo. O Espírito Santo me aconselha, o anjo me aconselha. Por isso temos necessidade. A doutrina sobre os anjos não é fantasiosa, é uma realidade. O que Jesus, o que Deus, disse: ‘Eu mando um anjo diante de ti para guardar-te, para te acompanhar no caminho, para que não erres’”.

Para concluir, o Santo Padre questionou “Hoje eu pergunto: como está minha relação com o meu anjo da guarda? Eu o escuto? Digo-lhe ‘bom dia’, lhe peço para velar meu sono, falo com ele? Peço conselhos? O anjo está ao meu lado! Podemos responder essa pergunta hoje, cada um de nós: Como é minha relação com este anjo que o Senhor enviou para me proteger e me acompanhar no caminho, e que vê sempre o rosto do Pai que está nos céus?”.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-a-doutrina-sobre-os-anjos-da-guarda-nao-e-uma-fantasia-mas-sim-uma-realidade-27087/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.